XRP afunda 16% apos SEC dizer que vai processar empresa

Ripple afunda 16% apos SEC dizer que vai processar empresa

O preço do XRP caiu 16% depois que o CEO da Ripple, Brad Garlinghouse, disse que a empresa será processada pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês).

Agora, a startup de pagamentos que possui mais da metade do estoque total de XRP está se preparando para combater as acusações de que a empresa vendeu ilegalmente o ativo digital como um título não registrado.

De acordo com o Wall Street Journal, Garlinghouse chamou a mudança para um ataque a toda a indústria.

“Hoje, a SEC votou e está atacando novamente as criptomoedas. O presidente Jay Clayton em seu ato final está escolhendo vencedores e tentando limitar a inovação dos EUA na indústria de criptomoedas para BTC e ETH”, disse.

Além disso, Garlinghouse enfatizou que as tecnologias de criptomoedas e blockchain não vão se render a nenhum governo.

“Ripple usou e continuará a usar XRP porque é o melhor ativo digital para pagamentos velocidade, custo, escalabilidade e eficiência energética. É negociado em mais de 200 exchanges em todo o mundo e continuará a prosperar”, disse.

EUA vai na contramão da inovação

O CEO da Ripple ainda afirmou que os EUA estão indo na contramão da inovação:

“A SEC em descompasso com outros países do G-20 e com o restante do governo dos EUA não deveria ser capaz de escolher a dedo como é a inovação (especialmente quando sua decisão beneficia diretamente a China). Não se engane, estamos prontos para lutar e vencer. Esta batalha está apenas começando.”

Entenda o caso

A Ripple colocou a maioria de suas participações em XRP sob custódia em 2017. Desde então, vende, rotineiramente, partes de suas participações para investidores institucionais e exchanges de criptomoedas.

A empresa também usa o criptoativo para alimentar uma de suas plataformas de remessa, a On-Demand Liquidity.

Embora a empresa argumente que a criptomoeda não é um título, vem enfrentando uma ação coletiva sobre o status do XRP.

A Ripple garante que o ativo existe independentemente da companhia. Além disso, explica que não pode ser um título porque os investidores no ativo digital não são acionistas do Ripple.

Leia também: Bitcoin ainda pode registrar novo recorde em 2020

Leia também: Empresa lança criptomoeda da Coinbase e já vale mais de R$ 1.000

Leia também: Stablecoins vão dominar pagamentos em 2021, afirma CEO da Binance

BTC LAST NEWS: Crupto Facil