WiBX e Rei do Mate: moeda digital será aceita como pagamento

WiBX e Rei do Mate: moeda digital será aceita como pagamento

Uma unidade online da rede do Rei do Mate vai testar as funcionalidades da plataforma de marketing por meio de moedas digitais WiBX.

Rei do Mate, uma das maiores redes de alimentação do Brasil, firmou uma parceria com a WiBX, token pioneiro que promove relacionamento entre varejistas e consumidores por meio de moedas digitais. Trata-se de uma parceria que vai ser implementada como um piloto inicialmente.

Neste momento, o projeto vai acontecer em uma unidade online da rede e servirá como teste para a WiBX. O primeiro passo já foi dado, com a configuração do ambiente online da loja. Assim, durante os próximos dias, as primeiras campanhas devem estar no ar para compartilhamento dos clientes.

A ideia é que a empresa experimente todas as funcionalidades disponíveis em fases. As campanhas de engajamento representam o início do trabalho, com a distribuição de conteúdo.

Então, serão testados os combos promocionais, que aceitam a WiBX como pagamento.

“O Rei do Mate é uma grande rede do país e, além disso, tem total alinhamento com nosso negócio por conta de seus produtos de qualidade, sua capilaridade e o peso da marca. Tem tudo para ser uma parceria vantajosa para todos”, explica Cassio Rosas, Head de Marketing e Estratégia da WiBX.

O principal objetivo da parceria é mostrar as vantagens do token para as marcas e para os consumidores. Para as empresas, é uma nova forma de publicidade, relacionamento e vendas.

Para os usuários, é um jeito divertido, rápido, seguro e fácil de compartilhar, ganhar e adquirir produtos com uma moeda digital.

Com ambas as empresas conectadas e dispostas a entregar os melhores resultados, a meta é ampliar o teste para toda a rede. Atualmente, o Rei do Mate possui mais de 310 lojas espalhadas em todo o país.

O que é a WiBX?

A WiBX é um utility token, ou token de utilidade, que atua como plataforma de marketing digital aproximando empresas e seus consumidores.

O projeto é pioneiro no Brasil e um dos primeiros do mundo, sendo criado pela startup Wiboo em 2017.

A plataforma utiliza blockchain, tornando possível converter os likes obtidos no compartilhamento de anúncios de seus parceiros em dinheiro e/ou produtos aos consumidores.

São duas frentes de atuação. No caso do varejo, o lojista parceiro cria o ambiente de seu negócio na plataforma da WiBX. Depois, desenvolve um anúncio de seus produtos ou serviços.

A partir daí, estimula seu engajamento, isto é, disponibiliza-o para que sua base de clientes possa distribuir em suas redes sociais pessoais.

Já o consumidor interessado em participar deve se cadastrar de forma gratuita para abrir sua wallet (carteira digital) e receber as moedas digitais.

Na plataforma ele também visualiza todos os anúncios disponíveis e escolhe quais deseja compartilhar em suas redes (WhatsApp, Facebook e Twitter).

A cada like ou compartilhamento, o usuário ganha um determinado valor em WiBX, que pode ser trocado por produtos e serviços dos lojistas ou até mesmo negociado na exchange Mercado Bitcoin em troca de reais.

A WiBX foi a primeira moeda digital brasileira a conseguir esse feito.

Sobre a WiBX

Criada pela startup Wiboo, a WiBX é um utility token de usabilidade em massa que promove um programa de marketing entre varejistas e consumidores por meio das moedas digitais.

Em sua plataforma, as empresas criam um ambiente on-line para divulgarem anúncios de seus produtos e serviços, permitindo que os usuários possam compartilhá-los em suas redes sociais.

Dessa forma, a cada engajamento eles ganham moedas digitais para trocarem por produtos na plataforma ou até para negociarem em exchanges de moedas digitais.

A WiBX é a primeira moeda digital nacional a ser listada no Mercado Bitcoin, a maior exchange da América Latina, e o primeiro token nacional voltado ao varejo e presente na economia real e no dia a dia das pessoas.

Para mais informações, acesse: www.wibx.io/

Leia também: Criptomoedas seguem mercado financeiro tradicional com recente queda

Leia também: Ethereum dá lucro recorde para mineradores com boom de DeFi

Leia também: Bitcoin não sobe três trimestres seguidos desde 2017

BTC LAST NEWS: Crupto Facil