VVAR3: o que esperar das ações em 2021? Veja recomendações

VVAR3: o que esperar das ações em 2021? Veja recomendações

As ações da Via Varejo (VVAR3) costumam estar sempre em alta entre os investidores nacionais, estando entre as ações mais comuns nas carteiras de investimentos. Acontece que a companhia, dona de empresas renomadas como Casas Bahia e Pontofrio, enfrenta, segundo a XP Investimentos, uma perspectiva desafiadora pela frente.

A grande questão, sabendo disso, gira em torno de saber: essas ações valem a pena para 2021? O que os especialistas estão indicando? Confira!

As ações da Via Varejo valem a pena?

Em primeiro lugar, cabe destacar que, segundo a XP Investimentos, entre os principais pontos de atenção estão os riscos de execução que a Via Varejo apresenta. Sendo assim, a recomendação para os papéis VVAR3, que é neutra, com um preço-alvo de R$ 20 até o final de 2021.

Em suma, o Goldman Sachs promoveu a manutenção de recomendação de venda para as ações da Via Varejo. A manutenção da indicação foi feita junto com o aumento do preço-alvo, que agora está no patamar de R$ 14,30. A justificativa para a alta no preço das ações VVAR3, mesmo com a recomendação de venda, gira em torno da boa perspectiva da receita líquida para este ano e 2022.

Entretanto, em um contraponto, está a recomendação do Banco Safra, que indica boas perspectivas para a Via Varejo com um maior alcance em market share e melhorias em sua marca. Dessa forma, houve a recomendação de compra para estes ativos, com o preço-alvo de R$ 27,00 por papel.

Por fim, também houve recomendação por parte da Modalmais. Sendo assim, a corretora, que analisou o setor recentemente, indicou a Via Varejo no mesmo patamar da concorrente Magazine Luíza. De acordo com a corretora, qualquer um dos papéis que for comprado pode surtir os mesmos efeitos, uma vez que todas seguem muito parecidas.

Além disso, confira uma análise completa com guia de investimentos sobre a Via Varejo, feita recentemente pelo Guia do Investidor, basta clicar aqui!

Leia também: 5 criptoativos com potencial para valorizar na queda do Bitcoin

Leia também: PancakeSwap vira maior DEX com R$ 8,5 bilhões em volume negociado

Leia também: Grande correção das criptomoedas vem aí, alerta trader

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

BTC LAST NEWS: Crupto Facil