Vitalik Buterin propõe “novo caminho” para Ethereum 2.0

Vitalik Buterin propõe "novo caminho" para Ethereum 2.0

Vitalik Buterin, o cocriador do Ethereum (ETH), apresentou um novo roteiro que vai guiar o desenvolvimento da segunda maior criptomoeda do mercado.

Assim, enquanto o trabalho continua na versão 2.0, a rede atual se concentrará nas soluções de segunda camada que se destinam a alcançar mais escalabilidade.

Os esforços de desenvolvimento se concentrarão, especificamente, no protocolo de rollup. Este protocolo permite que contratos inteligentes sejam executados em uma segunda camada.

Com isso, a proteção da rede Ethereum não é perdida e sua escalabilidade é consideravelmente aumentada.

“Você obtém escalabilidade 100x, mesmo sem ETH 2.0”, defendeu Buterin.

Capacidade do Ethereum

A rede Ethereum atualmente suporta até 15 transações por segundo.

Dessa forma, se houver uma adoção em massa de rollups, esse número pode subir para 3.000. Além disso, se aplicado no Ethereum 2.0, poderão ocorrer até 100 mil transações por segundo, de acordo com Buterin.

Com o rollup, os agregadores publicam apenas as informações mínimas necessárias para executar um contrato inteligente, sem necessidade de testes.

Nesse sentido, presume-se que os agregadores vão operar sem fraude e reservam o teste para os casos em que o comportamento malicioso é detectado. Por isso, o protocolo é considerado otimista.

Buterin, em sua postagem no fórum dos Magos Ethereum, apontou a importância e a necessidade urgente desse tipo de avanço.

Segundo ele, mesmo nos estágios iniciais do Ethereum 2.0, a escalabilidade não será possível se soluções de segunda camada como essas não forem implementadas.

Roadmap para o Ethereum 2.0

O roadmap ETH 2.0 oferece escalabilidade e as fases pré-ETH 2.0 estão se aproximando rapidamente.

No entanto, a escalabilidade da camada de base para aplicativos é apresentada apenas como a última grande fase do ETH 2.0, que está a anos de distância.

“[Atualmente] a Camada 1 é quase inutilizável para muitas classes de aplicativos. Por isso, não há outro caminho além de uma segunda camada para nos levar à escalabilidade a curto e médio prazo”, observou.

Por tudo isso, Buterin se demonstrou esperançoso de que os desenvolvedores de projetos de finanças descentralizadas (DeFi) se uniam a este trabalho.

“Eles têm um grande incentivo para economizar em taxas e garantir que seus sistemas permaneçam fáceis de usar. Então, podemos fazer muito confiando neles como pioneiros altamente motivados”, escreveu ele.

Vale esclarecer que o Ethereum já possui soluções de segunda camada. Isso inclui o Plasma, que é uma versão da rede Bitcoin Lightning adaptada para contratos inteligentes.

Leia também: Empresa cria solução para reduzir taxas do Ethereum

Leia também: Famoso trader prevê mais quedas para Bitcoin e Ethereum

Leia também: Análise do Ethereum: ETH mostra sinais de queda

BTC LAST NEWS: Crupto Facil