Veja quanto 4 empresas já lucraram ao comprar Bitcoin

Veja quanto 4 empresas já lucraram ao comprar Bitcoin

Desde a criação do Bitcoin, em 2009, o ano de 2020 foi o mais positivo em termos de investimentos institucionais. Diversas empresas e fundos adicionaram a criptomoeda em seus balanços financeiros.

O movimento foi iniciado pela MicroStrategy, que adquiriu Bitcoins em setembro de 2020. Desde então mais de 30 empresas e fundos seguiram os passos da empresa e compraram milhares de Bitcoins.

E o resultado desse movimento foi bastante positivo. Com a criptomoeda em sua máxima histórica, cada investidor obteve uma excelente rentabilidade. Hoje vamos conhecer quatro dessas empresas e quanto seus investimentos já renderam.

Marathon Patent Group

A Marathon é uma empresa especializada em tecnologia que atua principalmente no setor de patentes. Ela ficou conhecida por fazer grandes investimentos tanto em Bitcoin quanto em empresas de mineração.

No dia 25 de janeiro de 2020, a empresa fez uma aquisição de Bitcoin. Os detalhes da compra foram os seguintes:

  • Total de Bitcoins: 4.813;
  • Preço médio por Bitcoin: US$ 31.165,59 (R$ 180 mil no preço da época);
  • Valor total da aquisição: US$ 150 milhões (R$ 777 milhões na cotação da época);
  • Valor atual dos Bitcoins: US$ 232,8 milhões (R$ 1,2 bilhão na cotação atual);
  • Valor de mercado da empresa: US$ 3,6 bilhões;
  • Porcentagem do investimento em relação ao valor de mercado: 6,44%;
  • Valorização total presumida: 55,2%.

Square Inc.

A Square é uma empresa do setor de pagamentos criada por Jack Dorsey, fundador do Twitter. Nos últimos anos, a empresa criou diversos serviços voltados para criptomoedas, como a compra e venda de Bitcoins.

Esse serviço em si foi responsável por fazer a rentabilidade da Square quebrar muitos recordes. No entanto, a empresa só foi comprar Bitcoin em 2020. E os dados da aquisição foram:

  • Total de Bitcoins: 4.709;
  • Preço médio por Bitcoin: US$ 10.617,96 (R$ 61.218,50 mil no preço da época);
  • Valor total da aquisição: US$ 50 milhões (R$ 281 milhões na cotação da época);
  • Valor atual dos Bitcoins: US$ 227,8 milhões (R$ 1,2 bilhão na cotação atual);
  • Valor de mercado da empresa: US$ 122,9 bilhões;
  • Porcentagem do investimento em relação ao valor de mercado: 0,19%;
  • Valorização total presumida: 455,6%.

Tesla Inc.

A Tesla foi a mais recente estreante no grupo das empresas que possuem Bitcoin. Sua compra de Bitcoins, anunciada em 8 de fevereiro, caiu como uma bomba de otimismo no mercado.

O movimento da empresa de Elon Musk levou o Bitcoin a renovar suas máximas históricas. E mesmo comprando perto do topo, a Tesla tem obtido lucros com seus Bitcoins. Os dados são:

  • Total de Bitcoins: 37.500;
  • Preço médio por Bitcoin: US$ 40 mil (R$ 214 mil no preço da época);
  • Valor total da aquisição: US$ 1,5 bilhão (R$ 7,5 bilhões na cotação da época);
  • Valor atual dos Bitcoins: US$ 1,814 bilhões (R$ 9,6 bilhões na cotação atual);
  • Valor de mercado da empresa: US$ 783,3 bilhões;
  • Porcentagem do investimento em relação ao valor de mercado: 0,23%;
  • Valorização total presumida: 20,93%.

MicroStrategy

A pioneira deste movimento não poderia estar ausente da lista. A MicroStrategy é uma empresa de softwares criada em 1989. No entanto, ela ficou famosa recentemente após as aquisições ousadas de Bitcoin.

O movimento partiu especialmente do CEO da empresa, Michael Saylor. Convertido em um entusiasta ferrenho, Saylor comandou as duas grandes compras realizadas pela MicroStrategy em 2020.

Atualmente, a empresa é a companhia aberta que possui a maior quantidade de Bitcoins em todo o mundo. E ela também possui a maior porcentagem de seu caixa em Bitcoin em relação ao PIB entre as empresas avaliadas.

E os dados são os seguintes:

  • Total de Bitcoins: 71.079;
  • Preço médio por Bitcoin: US$ 11.652,83 mil na primeira aquisição, US$ 21.925 na segunda (R$ 65.579 mil e R$ 120 mil no preço da época, respectivamente);
  • Valor total da aquisição: US$ 1,145 bilhão (R$ 5,89 bilhões na cotação da época);
  • Valor atual dos Bitcoins: US$ 3,4 bilhões (R$ 18 bilhões na cotação atual);
  • Valor de mercado da empresa: US$ 9,9 bilhões;
  • Porcentagem do investimento em relação ao valor de mercado: 34,68%;
  • Valorização total presumida: 196,9%.

Leia também: Token ERC-20 dispara 150% e preço ainda pode dobrar

Leia também: Mark Cuban: Ethereum é melhor reserva de valor do que o Bitcoin

Leia também: Elon Musk quer comprar Dogecoin de baleias para “evitar concentração”

BTC LAST NEWS: Crupto Facil