USDT muda de blockchain para fugir de altas taxas do Ethereum

USDT muda de blockchain para fugir de altas taxas do Ethereum

A stablecoin Tether (USDT) passará a utilizar a blockchain OMG para realizar transações. A mudança foi anunciada no site da Tether na quinta-feira, 20 de agosto.

O CEO da OMG, Vansa Chatikavanij, também confirmou a notícia. Ele destacou que o uso da rede permitirá taxas mais baixas aos usuários.

“Hoje, temos o prazer de anunciar o lançamento do Tether na OMG Network, que suporta milhares de transações por segundo a um terço do custo da mesma transação na Ethereum. Estamos muito satisfeitos por resolver essas questões fundamentais e impulsionar o crescimento e a adoção de serviços financeiros abertos”.

Mudança reduzirá custos aos usuários

Segundo a Bitfinex, a mudança de rede reduzirá os tempos e as taxas de confirmação da transação. A exchange alegou que o aumento nos preços médios do gas tornaram inviável o uso da ETH.

Recentemente, as taxas arrecadadas no Ethereum ultrapassaram R$ 35 milhões. O forte crescimento das finanças descentralizadas (DeFi) impulsionou a demanda pela rede – e também os custos de usá-la.

Com isso, a integração com a OMG foi a solução para oferecer custos de transação mais baixos. O CEO da Tether, Paolo Ardoino, destacou esse fato no anúncio.

“Ao migrar as transferências de valor da USDT para a rede OMG, economizamos custos, impulsionamos melhorias de desempenho e aliviamos a pressão na rede principal. Isso é bom para a Bitfinex, para nossos clientes e para todo o ecossistema Ethereum”.

Em um esforço para facilitar as oportunidades de arbitragem para os comerciantes, a OMG também permitiu depósitos e retiradas de USDT na Bitfinex. A facilidade de acesso aos fundos trará mais rapidez para aproveitar as oportunidades de preços.

A rede OMG, que já foi OmiseGo, é uma solução de escalonamento de segunda camada para transferências de valor no Ethereum.

A OMG é a sétima rede na qual a USDT será executada. A stablecoin já possui integração com Algorand, Ethereum, EOS, Liquid Network, Omni e Tron.

Leia também: CVM mantém posição sobre fundos de criptomoedas perante o CADE

Leia também: Análise do Bitcoin: BTC dispara e rompe os US$ 12.000 dólares

Leia também: Cinco criptomoedas valorizaram mais de 80% em apenas 7 dias

BTC LAST NEWS: Crupto Facil