Tribunal nega liberdade para o “Faraó dos Bitcoins” e frustra clientes

Avatar

Faraó-dos-bitcoins-moisés

A liberdade do Faraó dos Bitcoins era um evento aguardado pelos clientes da GAS Consultoria, mas o Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro negou o pedido impetrado por Glaidson Acácio dos Santos e sua defesa, frustrando os clientes que ainda acreditavam na possibilidade de encontrar com ele para reaver seus investimentos.

Essa não é a primeira vez que Glaidson tenta sair da cadeia desde que foi preso em agosto de 2021, no rol de buscas e apreensões da Operação Kryptos. Assim, completou na última segunda (25) seus primeiros 60 dias de prisão, desde que o chamado “Faraó dos Bitcoins” foi levado para um local longe dos investidores que o confiaram seu suado dinheiro.

Na última semana, vale lembrar, o TRF2 tinha marcado um julgamento para avaliar o pedido de habeas corpus de Glaidson dos Santos, mas o caso acabou sendo remarcado para esta terça-feira (26).

Na frente do tribunal alguns clientes chegaram a levar faixas para protestar pedindo a liberação do líder da GAS, entretanto, mesmo com essa movimentação de alguns clientes nenhuma decisão foi tomada.

Manifestação de clientes da GAS Consultoria na porta da justiça na terça-feira 19 de outubro de 2021
Manifestação de clientes da GAS Consultoria na porta da justiça na terça-feira (19) /Crédito: RLagos

O caso chama atenção, pois a GAS Consultoria é investigada por um possível golpe de bilhões de reais em milhares de clientes, o que poderia até ser configurado como o maior esquema de pirâmide financeira do Brasil.

Até o famoso ator do “Porta dos Fundos” e “A Culpa é do Cabral”, Rafael Portugal fez aportes nessa empresa, tendo que lutar na justiça para reaver seu dinheiro.

O que disse a defesa da empresa do “Faraó dos Bitcoins” após a liberdade dele ser novamente negada no judiciário brasileiro?

Em nota pública sobre a decisão do TRF2, a defesa da GAS Consultoria publicou que lamenta a decisão da justiça, que foi de 2 votos a 1 contra o pedido de liberdade de Glaidson dos Santos.

A defesa ainda argumenta que essa é uma decisão provisória e que deverá recorrer aos tribunais superiores. Vale lembrar que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já indeferiu um pedido da defesa em setembro de 2021, ou seja, não está claro por onde e como o jurídico da empresa espera recorrer.

A G.A.S. Consultoria lamenta a decisão, por 2 votos a 1, do Tribunal Regional Federal da 2.ª Região (TRF2) em negar o pedido de Habeas Corpus para Glaidson Acácio dos Santos, na tarde desta terça-feira (26/10). 

Esclarecendo que essa é uma decisão provisória, informamos que os advogados de defesa já estão desenvolvendo a estratégia necessária para recorrer à decisão aos Tribunais Superiores.

Agradecemos ao apoio incansável dos nossos clientes durante todo esse tempo. A G.A.S Consultoria tem certeza de que a verdade e a justiça sempre prevalecerão e não medirá esforços para que o CEO da empresa consiga recuperar seu direito à liberdade.

Por este link é possível ler na íntegra a Nota Oficial da GAS Consultoria Bitcoin em 26 de outubro de 2021.

Fonte: Livecoins

Marketcrypto.com.br: Livecoins

EnglishGermanPortugueseRussian