Token CREAM sofre ataque hacker e preço despenca 40%

Token CREAM sofre ataque hacker e preço despenca 40%

O token CREAM sofreu um ataque hacker durante a madrugada do último sábado (13). CREAM é um token de finanças descentralizadas (DeFi), sendo operado no Ethereum e na Binance Smart Chain.

Os hackers conseguiram roubar mais de R$ 200 milhões em diferentes tokens do protocolo.

Como resultado, o token desvalorizou quase 40% entre sábado e esta segunda-feira (15).

O ataque

O ataque foi noticiado e explicado pelo pesquisador conhecido Igor Igamberdiev no Twitter. Ele é analista e pesquisador do portal The Block.

De acordo com ele:

“IronBank (CREAM) teve uma brecha explorada e perdeu US$ 37,5 milhões, vamos ver rapidamente o que aconteceu.

O invasor usou Alpha Homora para pegar sUSD emprestado do IronBank. Toda vez que ele pegava emprestado o dobro do pedido de empréstimo anterior.”

Pesquisador explica ataque ao token CREAM
Pesquisador explica ataque ao token CREAM. Fonte: Igor Igamberdiev/Twitter

O pesquisador explica que duas transações eram feitas, e um empréstimo para o IronBank era feito, obtendo cySUSD. Em algum momento, o agente pegou R$ 10 milhões em USDC da Aave v2.

O valor foi obtido por meio de “empréstimo relâmpago”, funcionalidade que já foi explorada para aplicar golpes. Ele trocou USDC por sUSD usando a Curve.

O agente então mantém o seguinte ciclo: empresta sUSD ao IronBank e recebe cySUSD. Então, o montante em cySUSD fica tão grande que o hacker pode pegar qualquer valor emprestado do IronBank.

Ao todo, foram obtidos:

  • 13,2 mil WETH;
  • 3,6 milhões USDC;
  • 5,6 milhões USDT;
  • 4,2 milhões DAI.
Total retirado do IronBank
Total retirado do IronBank. Fonte: Igor Igamberdiev/Twitter

As stablecoins foram usadas para pagar os contratos inteligentes abertos na Aave v2. Os tokens WETH foram usados para pagar contratos inteligentes em diferentes plataformas.

Ao fim, o hacker ficou com quase 11 mil ETH sem sua carteira.

Preço desaba

Mesmo antes da queda geral ocorrida na madrugada de segunda-feira, o CREAM já havia sofrido um baque.

Momentos antes do hack, o CREAM estava cotado a R$ 1.548,29. Após as notícias começarem a ser veiculadas no Twitter, o preço do token caiu para R$ 1.071.92.

O preço chegou a atingir R$ 956,99, traduzindo-se em 38,2% de queda. No momento da escrita desta matéria, o preço do CREAM é R$ 1.079,97.

Variação de preço do CREAM entre 13 e 15 de fevereiro
Variação de preço do CREAM entre 13 e 15 de fevereiro. Fonte: CoinMarketCap

Leia também: Exchange vai dar R$ 435 milhões em diferentes tokens

Leia também: 3 criptomoedas valorizaram 4 vezes mais que o Bitcoin

Leia também: Elon Musk e a nova era do pump and dump no Twitter

BTC LAST NEWS: Crupto Facil