SOL e ETH atingem novas máximas; análise

Avatar



Análise de sete criptomoedas, incluindo a Solana (SOL), que acaba de atingir uma nova máxima histórica, e dYdX (DYDX), que está validando seu preço recorde anterior como suporte.

BTC

O BTC está subindo desde que rompeu um canal paralelo de baixa e o validou como suporte na última segunda-feira (1) (ícone verde). Isso mostrou que a correção em vigor desde a nova máxima histórica foi concluída.

Atualmente, o BTC tenta crescer acima do nível de retração de 0,618 de Fibonacci, em US$ 63.530. Esta também é uma área de resistência horizontal. Isso confirma que a correção foi concluída.

btc
Gráfico do BTC no TradingView

ETH

O Ethereum (ETH) cresce a uma taxa acelerada desde o dia 21 de setembro. O ativo parece estar na onda cinco de um impulso de alta, que é a onda final, após a qual uma correção é provável.

Os alvos mais prováveis para o topo do movimento atual do ETH estão entre US$ 4.956 – US$ 5.152 e $ 5.615. O primeiro é criado usando um retraçamento externo de Fibonacci na onda quatro (branco) e uma projeção nas ondas 1-3 (preto), enquanto o último é encontrado usando apenas uma projeção.

eth
Gráfico do ETH no TradingView

XRP

Em 9 de outubro, o XRP (XRP) rompeu uma linha de tendência de baixa em 9 de outubro. No entanto, ele não foi capaz de ultrapassar pelo nível de retração de 0,618 de Fibonacci em US$ 1,20.

Após isso, ele se moveu duas vezes abaixo dessa linha, mas voltou a subir a cada vez (ícone verde). A linha agora deve atuar como suporte. Este é um sinal de alta que geralmente leva a movimentos significativos de alta.

Atualmente, o XRP está em processo de ultrapassar a área de US$ 1,20. Se for bem-sucedido, a próxima resistência será encontrada em US$ 1,41.

Gráfico do XRP no TradingView

DYDX

O dYdX (DYDX) está em uma tendência de baixa desde o dia 30 de setembro, quando atingiu a máxima histórica de US$ 27,85. A queda assumiu a forma de um canal paralelo de bauxa, que geralmente é um padrão corretivo. Isso significa que um rompimento do canal seria provável.

No período entre 27 e 31 de outubro, o token saltou na linha de suporte do canal em US$ 14,50. Além disso, o RSI gerou uma divergência de baixa. Este é um sinal que frequentemente precede os movimentos de altas. Portanto, um rompimento do canal seria provável.

Gráfico do DYDX no TradingView

SOL

A SOL está em tendência de alta desde que rompeu um triângulo simétrico em 20 de outubro. Após ser rejeitado no período entre 20 de outubro e 1º de novembro, o token retomou seu movimento de alta, atingindo uma nova máxima histórica de US$ 232,88 nesta quarta-feira (3).

A área de resistência mais próxima da SOL está em US$ 278. Este é o nível de retração externa de 1,61 de Fibonacci ao medir a queda mais recente.

sol
Gráfico do SOL no TradingView

PRQ

O PARSIQ (PRQ) está em queda ao longo de uma linha de tendência de baixa desde 31 de maio. Até agora, ele fez quatro tentativas de rompimento sem sucesso, a mais recente em 25 de outubro (ícone vermelho). Todos eles criaram mechas superiores longas, que são sinais de pressão de venda.

Além disso, as rejeições coincidiram com a área de resistência horizontal de $ 0,95. Até que o token saia tanto da linha de resistência quanto dessa área horizontal, a tendência não pode ser considerada de alta.

Além disso, as quedas coincidiram com a área de resistência horizontal de US$ 0,95. Até que o token rompa essa linha, a tendência não pode ser considerada de alta.

Gráfico do PRQ no TradingView

MATIC

A Polygon (MATIC) está crescendo desde 21 de setembro. No dia 27 de outubro, o token rompeu a área horizontal de US$ 1,74. Após validá-lo como suporte, ele retomou seu movimento de alta. Agora, ele está se aproximando da sua máxima histórica próxima de US$ 2,40.

Gráfico da MATIC no TradingView

Confira a análise do dia do BTC.

O artigo SOL e ETH atingem novas máximas; análise foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian