Semana das criptomoedas: família paga R$ 2 bilhões por transação internacional, colapso do sistema financeiro e relatos de uso do yuan digital

Semana das criptomoedas: Família paga R$ 2 milhões por transação internacional, colapso do sistema financeiro e relatos de uso do yuan digital

Mais uma semana chegou ao fim e, com isso, o vêm os destaques da semana do CriptoFácil.

Uma das matérias que mais repercutiu na criptoesfera foi sobre uma família que pagou R$ 2 milhões em imposto sobre uma transação internacional.

Além disso, a usabilidade da moeda digital chinesa e um eventual colapso no sistema financeiro tradicional também estão nos destaques da semana.

Confira abaixo as principais notícias dos últimos dias.

Família de São Paulo paga R$ 2 bilhões em imposto sobre transação internacional

Enviar dinheiro para o exterior pode ter custos milionários. Prova disso é que uma família de São Paulo precisou pagar um tributo de R$ 2 milhões para enviar R$ 50 bilhões ao exterior. Leia mais.

“Sistema financeiro tradicional entrará em colapso em breve”, alerta especialista

Uma previsão de crise também foi destaque no CriptoFácil. Raoul Pal, cofundador e CEO do Real Vision Group, disse que Wall Street pode estar caminhando para um colapso brutal. Leia mais.

Usuários relatam como é usar a moeda digital da China

Outro assunto do momento foi a moeda digital do banco central (CBDC, na sigla em inglês) da China. Alguns usuários relataram como é usar o yuan digital. Leia mais.

Revista Veja faz piada sobre preço do Bitcoin e erra

Uma piada sobre o preço do Bitcoin também foi um dos destaques da semana. Isso porque, em 2017, a Revista VEJA “deu” um Bitcoin de papel para seus leitores. Agora, com a alta histórica do ativo, é possível concluir que a piada da Veja envelheceu mal. Leia mais.

G44 diz que pagou R$ 5 milhões em acordo com investidores

Um anúncio da G44, um dos esquemas mais famosos do Brasil, também esteve entre as notícias da semana. Em um comunicado, a empresa disse que fez um acordo com investidores lesados e pagou R$ 5 milhões. Leia mais.

Usuário perde R$ 6 milhões em criptomoedas por usar o endereço errado

Um investidor de um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) cometeu um erro milionário. O usuário enviou seus recursos diretamente para o endereço do protocolo e perdeu R$ 6 milhões. Leia mais.

Google coloca Bitcoin em primeiro lugar entre moedas mundiais

Em um momento em que o Bitcoin atrai ainda mais o interesse institucional, o principal criptoativos do mercado passou a ser considerado uma das primeiras moedas em relevância global pelo Google Finance. Leia mais.

China possui a maior economia do mundo, aponta o FMI

Outra notícia sobre a China foi destaque na semana. Isso porque um relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI) mostrou que o país asiático é o mais rico da atualidade. Leia mais.

Bitcoin dispara enquanto Ethereum cai; Especialistas explicam os motivos

A alta do Bitcoin, naturalmente, foi um dos assuntos da semana. O Ethereum, em contrapartida, não apresentou o mesmo desempenho. Nesse sentido, alguns especialistas apontam os motivos por trás dessa dinâmica estranha. Leia mais.

Criptomoeda derrete 70% em pouco tempo e causa confusão

A grande desvalorização de um criptoativo também atraiu a atenção da criptoesfera. O preço da Filecoin (FIL) derreteu 70% desde sua máxima em 15 de outubro. Nesse cenário, entusiastas de criptomoedas acusaram a moeda digital de esquema de “pump and dump” Leia mais.

Leia também: Jogador do Botafogo lança sua própria criptomoeda

Leia também: Empresas de Bitcoin são autorizadas a ofertar o PIX

Leia também: TraderCaps: cápsula para day traders vira piada na internet

BTC LAST NEWS: Crupto Facil