SEC aprova ETF de Bitcoin nos EUA

Avatar



O ETF de Bitcoin (BTC) da Volt, que investe em empresas que detêm e obtêm lucros com a criptomoeda, foi aprovado pela SEC. Apesar de não investir diretamente no ativo, o fundo pode oferecer uma exposição indireta.

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovou o Volt ETF – Volt Crypto Industry Revolution e Tech ETF (BTCR) – que investe em empresas de tecnologia com exposição ao Bitcoin e infraestrutura de suporte. Isso representa um grande passo para o mercado cripto, que até agora não recebeu nenhuma aprovação para ETFs com exposição direta a criptomoeda. O fundo investirá tanto em empresas americanas como estrangeiras.

O prospecto define essas empresas como Bitcoin Industry Revolution Companies. Para atender aos requisitos de investimento, eles devem deter a maioria de seus ativos líquidos em Bitcoin nos últimos 12 meses. Além disso, também podem ser aquelas que obtêm a maior parte de suas receitas ou lucros da mineração, empréstimo, transações na criptomoeda ou fabricação de equipamento de mineração de Bitcoin, novamente conforme determinado em seus registros nos últimos 12 meses.

No entanto, isso não incluirá ETFs canadenses, fundos privados e fundos de Bitcoin da Grayscale. Como outros ETFs que foram registrados nos últimos meses, ele não investirá diretamente no BTC ou em outras criptomoedas.

A Volt solicitou a aprovação do ETF pela primeira vez em junho de 2021. Ele é semelhante a um apresentado pela BitWise.

A SEC tem sido cautelosa quanto à aprovação de ETFs, estando preocupada com o fato de não haver medidas suficientes para proteger os investidores. O presidente da instituição, Gary Gensler, demonstrou apoio a ETFs baseados em futuros de Bitcoin, mas diz que uma estrutura para regulamentação deve preceder as aprovações de ETFs. Por esse motivo, existem diversos fundos, muitos dos quais visam a exposição direta ao ativo, esperando a aprovação da autarquia.

Galaxy Digital lança ETFs cripto em colaboração com a Invesco

A Galaxy Digital de Michael Novogratz, depois de ter formado uma parceria com a empresa de gestão de investimentos Invesco, também teve sucesso com o lançamento de dois ETFs cripto. A Bloomberg relatou que o ETF Invesco Alerian Galaxy Crypto Economy (SATO) e o ETF Invesco Alerian Galaxy Blockchain and Decentralized Commerce (BLKC) começaram a ser negociados nos mercados globais da Cboe na quinta-feira (7).

Como o Volt ETF, o fundo Invesco Alerian Galaxy Crypto Economy investe em empresas que obtêm seus lucros de atividades relacionadas à criptomoedas, como mineração. O segundo ETF também investe em empresas que trabalham com tecnologias relacionadas a blockchain.

Os entusiastas cripto argumentaram que os ETFs, como um veículo de investimento, ajudariam a trazer alguma ordem ao mercado. Com uma maneira mais segura de investir em Bitcoin, ao contrário das exchanges que ainda processam pedidos de conformidade, os novos investidores estarão mais protegidos ao se expor a esses ativos.

O artigo SEC aprova ETF de Bitcoin nos EUA foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian