Ripple deve entregar gravações de reuniões à SEC, decide juíza

Avatar



A Ripple (XRP) sofreu uma derrota em sua batalha judicial contra a Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) após a juíza do caso decidir que a empresa deve entregar gravações de suas reuniões internas.

A juiza Sarah Netburn pediu urgência à empresa, mas não definiu uma data de entrega. A Ripple deve apresentar gravações de áudio e vídeo de suas reuniões internas de negócios para a SEC assim que possível.

A falta de prazo objetiva evitar um novo adiamento. Agora, as partes terão que chegar a um acordo sobre quais gravações se alinham melhor com as necessidades do processo, principalmente em relação à solicitação da SEC.

Após várias discussões com o órgão regulador dos Estados Unidos, a Ripple, empresa com sede na Califórnia também quer que a SEC divulgue suas participações em XRP e forneça documentos sobre as decisões do órgão sobre a negociação de pré-compensação para Bitcoin, Ethereum e XRP.

Processo afeta preço do XRP

Embora a batalha judicial com a SEC já dure quase um ano, a Ripple afirma que o caso não influenciou no preço de seu token XRP, embora seu CEO tenha dito que a moeda poderia ter valorizado tanto quanto o Ethereum sem o processo.

No momento, o preço da Ripple (XRP) está muito próxima dos níveis de resistência horizontal e diagonal de longo e curto prazo. Os indicadores técnicos e a ação do preço suportam a possibilidade de que o token rompa essas resistências.

Segundo o analista Valdrin Tahiri, o XRP está em tendência de alta desde a semana de 19 a 26 de julho, quando voltou a subir após atingir a área horizontal de US$ 0,60. O salto validou a área como suporte de preço. Esse movimento foi crucial, já que anteriormente a área atuava como resistência por 924 dias. O movimento de alta atual é apoiado pelo MACD e pelo RSI.

No fechamento desta matéria, o XRP era negociado a US$ 1,26, muito abaixo do recorde de US$ 3,40 atingido em janeiro de 2018. Os dados são da CoinGecko. Ainda assim o valor é considerado positivo demonstrando que a Ripple segue resistindo a batalha judicial. Outras criptomoedas como o Bitcoin e o Ethereum atingiram novas máximas nos últimos dias.

Um discurso de 2018 do ex-diretor da Divisão de Finanças Corporativas da SEC, Bill Hinman, também voltou à tona recentemente. À época, Hinnan afirmou que o Ethereum não era seguro.

A agência americana afirma que esta é uma opinião pessoal, mas a defesa da companhia de tecnologia afirma ter visto e-mails para um terceiro nos registros de privilégios da SEC, revelando que a fala do ex-diretor reflete a política da SEC.

A justiça decidiu incluir essas mensagens eletrônicas para uma análise, mas ainda sem previsão de quando o resultado será conhecido.

Em declarações à Fox Business, a equipe de defesa de Ripple disse que está confiante em sua posição e afirmam que enfrentar a SEC em um cenário de teste é necessário para trazer uma reforma mais justa para o mercado de criptomoedas.

O artigo Ripple deve entregar gravações de reuniões à SEC, decide juíza foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian