Resultados fazem ações da Magazine Luiza dispararem na bolsa

Resultados fazem ações da Magazine Luiza dispararem na bolsa

O mercado de ações brasileiro é extremamente sensível aos movimentos que acontecem na política.

Dessa maneira, uma frase mal colocada pode derrubar a B3 Bovespa, que é a principal bolsa de valores do país.

Nos últimos dias, foi exatamente isso o que aconteceu. Ao flertar com o furo do teto de gastos, o presidente Jair Bolsonaro causou desconforto entre os investidores.

Até mesmo a permanência de Paulo Guedes no Ministério da Economia foi posta em xeque devido ao ocorrido.

Assim, como resultado, o IBOV caiu novamente do patamar dos 100.000 pontos.

Entretanto, parece que a situação mudou. O governo voltou a ressaltar o compromisso com o teto.

Esse fator, somado aos bons resultados obtidos pela Magazine Luiza nos últimos meses, fez com que as ações da empresa disparassem na bolsa.

Ações da Magalu disparam na B3 Bovespa

No gráfico, é possível analisar a evolução de preços das ações da Magalu (MGLU3) na B3 Bovespa nas últimas 48 horas.

Ações MGLU3 nos últimos dias
Ações MGLU3 nos últimos dias

Dessa maneira, o valor da MGLU3 disparou logo no início do pregão da terça-feira, dia 18 de agosto.

O valor da MGLU3 girava em torno de R$ 79,70 durante o dia 17 de agosto.

Porém, no momento da escrita desta matéria a ação está cotada a R$ 89,50, com uma valorização de aproximadamente 9,61% em apenas 24 horas.

Razões pela disparada do preço da MGLU3

Conforme citado, o compromisso do governo com o teto de gastos foi importante para levantar a bolsa de valores no geral.

Além disso, Jair Bolsonaro garantiu, mais uma vez, a permanência de Guedes no cargo de Ministro.

Esse gesto acalmou os ânimos dos investidores, que estavam preocupados com a saída do economista liberal do governo.

Entretanto, o que mais influenciou no preço das ações da Magalu foram os seus resultados do segundo trimestre.

Esperava-se que o desempenho da empresa fosse afetado pelo isolamento social, ocorrido a partir de março.

Contudo, através do fortalecimento do seu e-commerce, a Magalu superou o desempenho do mesmo período de 2019 em 49%. Em outras palavras, a empresa vendeu, de abril a junho, R$ 8,6 bilhões.

Os lucros da Magalu, no segundo trimestre, somaram mais de R$ 147 milhões.

Embora esse desempenho tenha sido inferior ao do ano passado, ele ainda foi considerado ótimo pelos investidores.

Finalmente, após a divulgação dos bons resultados e da valorização das suas ações, a Magazine Luiza continua na sua caminhada de investimento pesado nos negócios digitais, conforme já reportado pelo CriptoFácil.

Leia também: Bitcoin se encaminha para bater US$ 20.000, revela famoso analista

Leia também: Dólar e IBOV podem ser prejudicados com furo do teto de gastos

Leia também: Aave torna-se segundo protocolo a atingir US$ 1 bilhão em valor travado na DeFi

BTC LAST NEWS: Crupto Facil