Real Digital: Banco Central começa a estudar moeda digital do Brasil

Real Digital: Banco Central começa a estudar moeda digital do Brasil

O Banco Central do Brasil (Bacen) anunciou a criação de um grupo de estudos sobre moedas digitais. A informação foi divulgada pela autarquia ao G1 na quinta-feira, 20 de agosto.

Alguns detalhes sobre o grupo foram liberados. Seu objetivo será o de identificar riscos e propor um modelo para emissão de moeda digital no Brasil.

Com isso, o Bacen fornece mais um passo na criação de um “real digital”. A medida faz parte dos avanços da agenda digital do banco, cujo principal avanço foi o anúncio do PIX.

Bacen deseja aprimorar transações no Brasil

Na nota ao G1, o Bacen citou as moedas digitais de bancos centrais (CBDC, na sigla em inglês). O banco ressaltou que elas podem aprimorar as transações digitais entre pessoas e até entre países.

O Bacen também destacou que as moedas digitais emitidas por bancos centrais não funcionam como o Bitcoin, por exemplo. Para o banco, este seria um exemplo de “criptomoedas sem garantia”, enquanto as CBDCs são endossadas pelos bancos centrais.

Por fim, o Bacen afirmou que a moeda pode servir como melhoria aos sistemas já propostos, e voltou a citar o PIX.

“A iniciativa avaliará, também, como uma moeda eletrônica pode trazer benefícios complementares aos que estão sendo introduzidos com a implantação do Pix, sistema de pagamentos instantâneos, que começa a funcionar em novembro”, informou o Bacen.

Caso seja aprovada, a moeda digital estudada poderá ser incluída na política monetária do país.

Bancos centrais avançam seus estudos

O Bacen junta-se a um seleto grupo de bancos centrais que já estudam os impactos das CBDCs. Em junho, o Federal Reserve (Fed) afirmou que elas poderiam substituir o sistema financeiro no futuro.

Aliás, o PIX já está sendo visto como uma alternativa mais rápida e barata às transferências bancárias via DOC ou TED.

A discussão sobre dinheiro digital tem ganhado força no Brasil. O Projeto de Lei 48/2015, proposto pelo deputado Reginaldo Lopes (PT/MG) propõe a extinção do dinheiro em espécie no país. Uma CBDC poderia acelerar esse movimento.

Leia também: Dívida pública do Brasil pode ser abatida em até 10% pelo Banco Central

Leia também: Cinco criptomoedas valorizaram mais de 80% em apenas 7 dias

Leia também: Bitcoin pode bater R$ 250 mil se romper alta histórica, afirma famoso trader

BTC LAST NEWS: Crupto Facil