Projetos DeFi dão golpe de saída e fogem com milhões

Avatar

A PeckShield, empresa de segurança blockchain, alertou investidores sobre dois projetos que podem ter aplicado golpes de saída recentemente.

Sendo uma das empresas mais respeitáveis do mercado cripto em segurança, a PeckShield alertou seus seguidores sobre dois projetos DeFi nesta segunda-feira (27), que ao que tudo indica, deram um golpe e fugiram com grandes montantes de seus usuários.

MetaDAO some com milhões em ETH

O MetaDAO, que se autodenominava como “o DAO dos DAOs”, afirmava construir um novo universo no setor DeFi, possuindo o DFV como seu token nativo.

Apesar da iniciativa não ocupar um lugar de destaque no mercado, o projeto conseguiu roubar 800 Ethereum (ETH), mais de US$ 3,2 milhões pela cotação atual, em um esquema fraudulento, segundo a PeckShield.

A empresa ainda afirma que os desenvolvedores do MetaDAO transferiram os fundos dos usuários para o Tornado Cash, protocolo que permite a ocultação de transações feitas na rede Ethereum.

Diversos tweets feitos pelo projeto em seu perfil oficial foram apagados e seu site está fora do ar, o que dá ainda mais sinais de que um golpe de saída foi realizado. Apesar das acusações e atividades suspeitas, o token DVF acumula uma queda de apenas 4,7% nos últimos sete dias, segundo o CoinGecko.

MetaSwap também é acusada de golpe

Outro projeto a ser observado pela PeckShield como golpe é a MetaSwap. Segundo consta, os desenvolvedores fugiram com 1.100 unidades de Binance Coin (BNB), mais de US$ 600 mil pela cotação atual.

Neste caso, também foi usado o Tornado Cash para ocultar para quais endereços o montante roubado foi enviado. Desde a denúncia, todas as contas do projeto em redes sociais foram desativadas.

Golpe de saída em DeFi

O setor DeFi tem crescido cada vez mais em adoção e investimento, se tornando um alvo para diversos grupos de criminosos. Segundo dados do agregador DEX DeFiYield, golpes neste setor já acumulam um prejuízo de mais de US$ 2,5 bilhões para os investidores.

Golpes de saída, também conhecidos como “rug pulls” (puxadas de tapete), são uma das atividades mais usadas por esses criminosos, juntamente com hackers que ataquem diversos protocolos visando o roubo de fundos.

Em um golpe de saída, os desenvolvedores criam uma criptomoeda ou projeto e inflam o seu preço e crescimento artificialmente, atraindo novos usuários e investidores. Quando a valorização e a adesão chegam a números consideráveis, os criadores realizam grandes ordens de venda, derrubando o preço do ativo e fugindo com grandes lucros.

No Brasil, a Vira-lata Finance, que buscava se tornar a maior meme coin brasileira, desabou mais de 80% após sofrer acusações de golpe de saída. Já nas últimas semanas, o token SQUID foi o maior destaque neste sentido.

Inspirado na série do Netflix Round 6, a criptomoeda chegou a ter uma valorização de 70.000% em apenas uma semana, mas caiu para quase zero após acusações de ser um projeto fraudulento.

O caso ganhou tanta notoriedade que a Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo, passou a investigar a movimentação de seus desenvolvedores.   

O artigo Projetos DeFi dão golpe de saída e fogem com milhões foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian