Pornhub adiciona pagamento com XRP, BNB, USDC e DOGE

Pornhub adiciona pagamento com XRP, BNB, USDC e DOGE

O site de entretenimento adulto Pornhub adicionou quatro opções de criptomoedas como forma de pagamento.

Agora, os mais de 120 milhões de visitantes diários do Pornhub podem usar XRP, BNB, Dogecoin e USDC para pagar por conteúdos pornográficos premium do site.

As moedas digitais se juntam a outras que já eram aceitas pela plataforma como Bitcoin, Ethereum, Litecoin, Monero e Zcash.

Além disso, o Pornhub removeu o suporte à criptomoeda Dash e ao token PumaPay focados em privacidade.

Como os criptoativos eram suportados até meados de dezembro, as mudanças devem ter sido feitas no mês passado. 

Changpeng Zhao, fundador de uma das principais exchanges de criptomoedas, a Binance, comemorou no Twitter a inclusão do token nativo da plataforma, o BNB. 

“Fk it, estou comprando um ano de assinatura premium de pornografia apenas pela causa, nada pessoal, é claro”, disse.

Pornhub abre espaço para criptomoedas

O Pornhub é uma das plataformas de entretenimento adulto mais populares do mercado. Por mês, o site recebe cerca de 3,6 bilhões de visitantes.

Embora grande parte do conteúdo esteja disponível gratuitamente, o acesso aos vídeos premium necessitam de uma assinatura.

Anteriormente, essa taxa poderia ser paga com cartões Visa ou Mastercard. Entretanto, depois que o The New York Times publicou um artigo dizendo que o Pornhub publicou vídeos de abuso infantil e estupro, os dois gigantes dos pagamentos cortaram os laços.

O site negou as acusações e desde então, vem listando diversas criptomoedas como opção de pagamento. 

Curiosamente, o token XRP da Ripple está entre as últimas adições, apesar da desvalorização do preço do criptoativo e do processo judicial que a empresa enfrenta com a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). 

Vale destacar que as opções de pagamento com moedas digitais são suportadas nos Estados Unidos, Reino Unido, Cingapura e outros. Mas para alguns países da União Europeia, o site requer transferência bancária.

Leia também: Analista otimista: sem dúvida, Bitcoin bate R$ 500 mil esse ano

Leia também: Especialista explica hacks no YouTube para golpes de criptomoedas

Leia também: Crimes usando criptomoedas caem 90% em 2020, aponta pesquisa

BTC LAST NEWS: Crupto Facil