PIX servirá para pagar contas de luz com tarifas menores

PIX servirá para pagar contas de luz com tarifas menores

O Banco Central do Brasil (Bacen) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) firmaram um acordo para permitir o uso do PIX para pagamentos de contas de luz.

A expectativa, segundo o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, é reduzir a tarifa de energia por meio desta cooperação.

O acordo foi assinado entre as instituições nesta quinta-feira, dia 20 de agosto, conforme informou o jornal O Globo. 

Reflexo positivo nas tarifas

Pepitone explicou que, através do PIX, será possível reduzir o custo operacional para as distribuidoras. Atualmente, elas precisam contratar instituições bancárias para viabilizar o pagamento das contas.

Além disso, o diretor-geral da Aneel observou que essa redução de custo operacional vai “ser capturada, compartilhada com o consumidor, trazendo reflexo positivo nas tarifas”.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, reforçou a fala de Pepitone. Para ele, o PIX vai influenciar na eficiência das distribuidoras elétricas.

Não só as distribuidoras elétricas, como também outros setores que adotarem o meio de pagamento:

“Vale lembrar que o instrumento de meio de pagamento instantâneo reduz o custo operacional das empresas de uma forma geral porque você tem uma diminuição de custo tanto de tempo, quanto o custo operacional”, destacou. 

Religamento mais rápido

Outro benefício da adoção do PIX para o setor é um religamento mais ágil em casos de corte de luz por inadimplência. 

“Nós podemos listar outros benefícios do PIX, como a regularização mais rápida do inadimplemento dos consumidor, uma vez que o pagamento da fatura em atraso cai imediatamente na conta da distribuidora, não sendo necessário esperar 24 horas ou 48 horas para o processamento bancário, evitando então a manutenção do desligamento indevido e proporcionamento de uma religação mais célere”, explicou Pepitone.

Mais uma opção de pagamento

O diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resoluções do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, observou que o PIX será mais uma opção de pagamento além das já existentes.

Para ele, a possibilidade pagamento da fatura de serviços básicos pelo PIX é essencial para que todos os cidadãos brasileiros conheçam o novo meio de pagamento.

Leia também: 10.000 BTC foram a leilão por R$ 100 e ninguém se interessou

Leia também: PagSeguro compra subsidiária brasileira da Wirecard após escândalo

Leia também: Bolsonaro afirma que registros no PIX podem começar já em outubro

BTC LAST NEWS: Crupto Facil