Nvidia quer voltar ao mercado de GPU para mineração de criptomoedas

Nvidia quer voltar ao mercado de GPU para mineração de criptomoedas

Um dos maiores fabricantes de placas de vídeo do mundo, a Nvidia, está agora considerando reiniciar a produção de GPUs exclusivas para mineração de criptomoedas.

De acordo com a Nvidia, a empresa pode começar a produzir placas gráficas Ampere para mineração de criptoativos. O objetivo seria atender uma demanda latente do mercado.

No entanto, antes de iniciar a produção de fato, a companhia quer confirmar se a demanda atual pela mineração com placas de vídeo é alta e constante. Ou então se ela está sendo impulsionada apenas pela alta das criptomoedas.

“Se a demanda por mineração de criptomoedas começar a aparecer, ou virmos um crescimento significativo da demanda, também podemos usar esta oportunidade para reiniciar a linha de produtos CMP (GPU específica para mineração) para atender à demanda contínua de mineração”, disse a diretora financeira da Nvidia, Colette Kress.

Mineração de altcoins

A linha de produtos CMP remove elementos de vídeo tornando os equipamentos adequados para mineração de criptomoedas.

Assim, os computadores executam apenas uma tarefa: verificar transações na blockchain para obter criptomoedas.

Portanto, esses equipamento não são compatíveis para o uso em games. Vale destacar que este é um dos principais mercados da Nvidia. Segundo a empresa, o setor tem uma demanda constante e está em crescimento.

Conforme destacou a Nvidia, nos últimos meses, a demanda por placas de vídeo, consoles de jogos e processadores de alto desempenho para jogos excedeu em muito o nível normal, especialmente a série GeForce RTX 30.

Nesse contexto, a Nvidia acredita que a oferta atual é insuficiente porque a demanda por jogos é excedente.

Por outro lado, a empresa observou que essa demanda pode estar “inflada” pelo aumento do interesse dos mineradores. Afinal, os criptoativos tiveram alta brusca desde novembro do ano passado.

No entanto, quando se trata de mineração de moedas digitais diferentes do Ethereum, os mineradores geralmente não escolhem as placas de vídeo mais avançadas da Nvidia devido ao alto preço.

Leia também: Stellar dá criptomoedas de graça para quem tem XLM na carteira

Leia também: Ethereum pode chegar a R$ 50 mil, diz estrategista da Fundstrat

Leia também: BWM e Ford usam blockchain para evitar fraudes na venda de usados

BTC LAST NEWS: Crupto Facil