New Life está preparando um grande golpe, diz cliente que perdeu R$ 500 mil

New Life está preparando um grande golpe, diz cliente que perdeu R$ 500 mil

Um processo judicial que corre no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) revela a provável existência de mais um esquema de pirâmide financeira no Brasil.

Trata-se da empresa New Life Intermediação de Negócios LTDA.

No processo em questão, um cliente que investiu quase R$ 500 mil na suposta pirâmide afirma que a empresa “está preparando um grande golpe”.

Sobre o processo

O autor do processo alegou que, em agosto de 2019, foi convidado a investir na New Life. A empresa se apresentava como gestora e intermediária de fundos em plataformas de investimento.

Assim, realizou dois aportes na empresa. Um de R$ 320 mil e outro de R$ 160 mil. Logo, totalizando R$ 480 mil.

A New Life prometia um retorno de 8,33% ao mês, durante 12 meses e a devolução de 100% do capital no 13º mês. O lucro era o mesmo para cada um dos investimentos

No entanto, a New Life descumpriu o contrato firmado entre as partes, não pagando todas as parcelas dos lucros prometidos. Além disso, em julho de 2020, anunciou que ia encerrar suas atividades. 

Porém, embora tenha se comprometido a devolver os capitais investidos, não o fez integralmente. Isso porque devolveu ao investidor apenas R$ 150 mil.

Portanto, o cliente da empresa abriu o processo em questão solicitando o bloqueio das contas bancárias da empresa. 

Com isso, ele visa receber R$ 923.193,99 referente ao dano material sofrido. Ou então, minimamente o valor de R$ 330 mil referente ao valor que falta do investimento inicial.

A defesa do cliente ainda destacou:

“Há fortes indicativos de que, a exemplo de outras empresas no mesmo segmento, a Requerida está preparando um grande golpe, o que deixará diversos clientes no prejuízo. A interrupção imotivada nos pagamentos dos rendimentos mensais há meses, associada ao encerramento da empresa Requerida, basta para demonstrar o risco que o Requerente está passando, visto que a Requerida detém a custódia dos valores investidos”

Sobre a decisão

Nesse sentido, o tribunal decidiu

“DEFIRO a tutela de urgência para determinar o bloqueio, via BACENJUD, da quantia de R$330.000,00 (trezentos e trinta mil reais) das contas bancárias de titularidade do réu.”

Leia também: Seis líderes de famosa pirâmide financeira começam a ser investigados

Leia também: PicPay revela que pirâmide de criptomoedas já foi sua cliente

Leia também: F2 Trading, FX Trading e MyHash: saiba quem é Philip Han

BTC LAST NEWS: Crupto Facil