Não espere ver o Bitcoin acima de US$ 40 mil este mês, diz analista

Não espere ver o Bitcoin acima de US$ 40 mil este mês, diz analista

O amplamente seguido estrategista e negociante de criptomoedas Michaël van de Poppe está revelando suas previsões para o Bitcoin, Ethereum e seis outros criptoativos.

Em seu perfil no Twitter, Van de Poppe disse aos seus 114.700 seguidores que o Bitcoin (BTC) não deve superar novamente a marca de US$ 40 mil em fevereiro.

Isso porque, segundo ele, os gráficos apontam que o BTC está em um momento de correção e consolidação.

Assim, embora fatos inesperados como a postagem de Elon Musk possam impulsionar o preço da criptomoeda repentinamente, isso não tem o poder de consolidar o preço para um novo rali.

No entanto, após este ciclo de consolidação, van de Poppe acredita que o Bitcoin deve chegar a US$ 450 mil.

“Bitcoin para US$ 350.000 ou US$ 450.000 depois deste ciclo”, disse.

Ethereum e altcoins

Quanto ao Ethereum (ETH), o trader disse que a plataforma líder de contratos inteligentes pode crescer mais de 12 vezes. O valor atual da criptomoeda é de US$ 1.360.

Van de Poppe também está observando a blockchain de interoperabilidade Polkadot (DOT). De acordo com o analista, a moeda digital tem potencial de crescimento de quase 1.960% e pode passar de US$ 350.

O analista também destacou ativo digital o Zilliqa (ZIL). Ele ressaltou que a blockchain de alto rendimento está imprimindo uma estrutura de mercado extremamente otimista.

Nesse sentido, antes que o ciclo de expansão atual termine, van de Poppe prevê que ZIL vai disparar entre US$ 5 e US$ 7. Atualmente, a criptomoeda está sendo negociada a US$ 0,07.

Chainlink (LINK) é outra criptomoeda que está no radar de Van de Poppe. Ele observou que a rede descentralizada pode mais que dobrar seu valor após manter com sucesso um nível chave.

Portanto, a longo prazo, o analista acredita que o LINK pode subir para a faixa de US$ 250 a US$ 350.

Previsão para mercado DeFi

A próxima criptomoeda na lista de Van de Poppe é a plataforma Oracle de finança descentralizada (DeFi), DIA. Atualmente o token está sendo negociado a US$ 1,87.

Mas, segundo o analista, DIA está ameaçando romper uma resistência imediata de US$ 1,88. Por isso, van de Poppe acredita que o criptoativo pode subir mais de 54% em março, para US$ 2,94.

Já pensando no longo prazo, Van de Poppe prevê que o DIA pode gerar retornos de quase 3.390%. Afinal, para ele, o token ainda poderá chegar aos US$ 50 ou US$ 75 antes que o mercado de alta perca força.

Por fim, Van de Poppe compartilhou suas previsões Cardano (ADA) e para a blockchain Elrond (EGLD).

O analista destacou o potencial da ADA para subir entre US$ 10 e US$ 20. Ou seja, um crescimento de até 5.600% de seu valor atual de US$ 0,35.

Já quanto à Elrond, a meta de mercado altista de Van de Poppe é que a moeda digital alcance de US$ 500 a US$ 750. Assim, EGLD poderia imprimir ganhos de até 1.036% de seu preço atual de US$ 66.

Leia também: Pesquisa revela 5 criptomoedas que mais chamam atenção de traders

Leia também: Projeto brasileiro anuncia criação de plataforma DeFi

Leia também: Fantástico aborda riscos do day trade em repotagem

BTC LAST NEWS: Crupto Facil