Mike Novogratz: baixa do Bitcoin não volta, a alta é de vários anos

Mike Novogratz: baixa do Bitcoin não volta, a alta é de vários anos

O CEO da Galaxy Digital e touro do Bitcoin, Mike Novogratz, disse que o Bitcoin está passando por uma grande recuperação que, ao contrário do boom de 2017, é impulsionada pela crescente adoção institucional.

Segundo ele, o “Bear Market” é um “pesadelo” que não vai voltar tão cedo.

Movimento do Bitcoin em 2020 é diferente de 2017

Em um novo episódio de The Interview – Crypto, apresentado pelo CEO da Real Vision Raoul Pal, Novogratz afirmou que embora o Bitcoin possa estar subindo parabolicamente com o fim de 2020, ele não vê esse movimento como uma repetição de 2017.

Para Novogratz, este rali do Bitcoin tem poder de permanência.

Nesse sentido, o chefe da gestora de ativos digitais sugeriu que o preço do BTC pode dobrar no decorrer do próximo ano. Além disso, pode tomar uma parte considerável do valor de mercado do ouro.

“Estou muito mais convencido de que este não é 2017, onde eu dizia a todos que era uma mania especulativa. É fácil para mim ver o Bitcoin em US$ 50.000 no próximo ano. Isso é 10% de ouro. Acho que o ouro está subindo. Eu sei que quando chegarmos a 10% de ouro, pensaremos, ‘Por que apenas 10% de ouro? Por que não 25% de ouro?’ Então vai eclipsar o ouro em um ponto. Isso não vai acontecer em um ano. Mas essas coisas acontecem mais rápido quando você está tendo esses efeitos de rede”, disse.

Bitcoin e o apoio institucional

O CEO da Digital Galaxy ainda destacou a entrada do MassMutual no BTC. Conforme noticiou o CriptoFácil, a gigante de seguros de 169 anos investiu US$ 100 milhões na criptomoeda.

Sobre isso, Novogratz disse ser um marco importante que pode inspirar outras empresas a comprar BTC.

“Eu só me lembro do cara que fundou a Litecoin vendendo no topo. E eu disse, ‘cara, não é bom enquanto fundador descarregar tudo literalmente na alta. Excelente como especulador, mas não como criador de comunidades’. Não vejo novas pessoas entrando nessas comunidades. O que é diferente no Bitcoin? No Bitcoin, vejo novas pessoas e instituições entrando o tempo todo”, disse.

Por fim, Novogratz destacou que está começando a ver uma mudança no mercado à medida que mais investidores descobrem o valor do Bitcoin.

Portanto, para ele, o desafio agora é que as instituições desejam exposição rápida e estão competindo por uma fatia do bolo do BTC.

“Agora, o problema é que está acontecendo tão rápido que você não pode tirar proveito disso tanto quanto deseja. Porque você não pode contratar as pessoas certas com rapidez suficiente e há muita concorrência.”

Leia também: Gestora de bilionário planeja lançar fundo de BTC

Leia também: Hackers usam Cyberpunk 2077 em golpe com Bitcoin

Leia também: Bitcoins de Satoshi serão corrompidos por computação quântica

BTC LAST NEWS: Crupto Facil