Midas Trend não honra plano de recuperação há 3 semanas

Midas Trend não honra plano de recuperação há 3 semanas

A Midas Trend é uma empresa que prometia rendimentos com criptomoedas. Contudo, a empresa deixou milhares de clientes lesados após interromper os saques.

A justificativa, segundo o dono da empresa, foi um suposto ataque de hackers mal explicado. No Instagram, Deivanir Santos continua ostentando fotos de sua vida com roupas caras e objetos de ouro.

Enquanto isso, o plano de recuperação da Midas foi interrompido. Segundo o assistente de um dos maiores líderes da Midas, há três semanas os investidores não recebem.

Plano de recuperação interrompido

Já de início, o plano de recuperação da Midas Trend não era vantajoso aos clientes. Advogados chegaram a dizer ao CriptoFácil que o acordo valia “menos que papel de pão”.

Entretanto, alguns resolveram desistir das ações judiciais e aceitar o acordo, motivados pela necessidade de recuperar de forma rápida ao menos parte do dinheiro investido.

O problema é que as próprias pessoas por trás da empresa afirmam que os pagamentos estão parados.

Após os clientes reclamarem sobre o silêncio, o assistente de um dos líderes se posicionou por meio de um áudio.

Ele afirma que os pagamentos estão há três semanas parados. Antes disso, pagamentos semanais eram feitos, mas apenas de ínfimas quantias.

O homem afirma ainda que não sabe quando a Midas voltará a pagar. Abaixo, é possível ouvir o áudio em sua integralidade:

Clientes são forçados a processos demorados

No áudio, é dito ainda que a Midas pagará apenas em Bitcoin e que os processos para receber deveriam ser refeitos. O processo consiste no envio de uma selfie, segurando um papel com informações.

Todavia, clientes estão reclamando que os processos acusam falhas que não são explicadas. Cogita-se que as falhas são propositais, a fim de “enrolar” o pagamento dos investidores.

Na imagem abaixo, uma cliente questiona o que está errado com suas informações:

Investidora não consegue receber
Investidora não consegue receber

É importante ressaltar que isso já ocorreu em outras empresas. Nestes casos, o processo de identificação era propositalmente cobrado uma segunda vez para atrasar os pagamentos.

Enquanto os clientes da Midas Trend não recebem, o paradeiro de Deivanir Santos é desconhecido.

Leia também: Real Digital: Banco Central começa a estudar moeda digital do Brasil

Leia também: Dívida pública do Brasil pode ser abatida em até 10% pelo Banco Central

Leia também: Bitcoin pode bater R$ 250 mil se romper alta histórica, afirma famoso trader

BTC LAST NEWS: Crupto Facil