MicroStrategy anuncia nova compra de R$ 54 milhões em Bitcoin

MicroStrategy anuncia nova compra de R$ 54 milhões em Bitcoin

A MicroStrategy realizou uma nova compra de Bitcoin nesta terça-feira (2). O anúncio foi dado tanto pelo site da empresa quanto pelo seu CEO, Michael Saylor.

Segundo a notícia, foram adquiridos 295 Bitcoins a um preço médio de US$ 33.808. No total, a compra foi de aproximadamente US$ 10 milhões – R$ 53 milhões na cotação do dia da compra.

Com isso, a MicroStrategy atinge a impressionante marca de 71.079 Bitcoins em seu caixa. A empresa segue sendo a companhia pública com a maior quantidade de Bitcoins sob sua posse.

MicroStrategy possui mais Bitcoins do que todas as outras empresas listadas
MicroStrategy possui mais Bitcoins do que todas as outras empresas listadas. Fonte: Bitcoin Treasuries.

Caixa da MicroStrategy dobra de valor após compras

A MicroStrategy iniciou sua estratégia de compras de Bitcoin em agosto. Desde então, a empresa tem investido forte em novas aquisições.

Por meio das compras, a empresa já investiu o equivalente a US$ 1,145 bilhão de seu caixa (R$ 6 bilhões na cotação atual). De acordo com Saylor, o preço médio de aquisição da MicroStrategy é de US$ 16.109 por Bitcoin.

Neste momento, um Bitcoin está valendo US$ 36.256 (R$ 195.129 na cotação em reais). Com isso, o caixa da MicroStrategy já acumula mais de US$ 2,5 bilhões, cerca de R$ 13,2 bilhões. Uma valorização de mais de 100%.

Bitcoin é reserva de valor, não moeda, afirma CEO

O principal apoiador dessa estratégia é, sem dúvidas, Michael Saylor. O CEO da empresa tem falado bem sobre o Bitcoin em cada oportunidade que aparece.

Em uma entrevista recente, Saylor disse que o Bitcoin é o “melhor dinheiro já criado”. Ele comparou o Bitcoin ao ouro e ao dólar e o classificou como uma reserva de valor superior a ambos.

No entanto, Saylor argumentou que não acredita na substituição do dólar pelo Bitcoin. Ele expressou sua opinião ao empresário Steve Forbes, fundador da revista Forbes.

Em seu perfil no Twiter, Forbes argumentou que apesar da alta recente, o Bitcoin não substituiria o dólar como moeda. Ao que Saylor respondeu com:

“Com todo o respeito, o Bitcoin não é uma moeda e não está substituindo o dólar. É um ativo monetário que substitui rapidamente o ouro como reserva de valor. Ele coexistirá com moedas fiduciárias porque atrai capital de ativos portos seguros mais fracos. Vamos discutir, Steve”, disse.

Bilionários discutem sobre papel do Bitcoin
Bilionários discutem sobre papel do Bitcoin. Fonte: Michael Saylor/Twitter.

Leia também: Mike Novogratz: 5 criptomoedas DeFi podem substituir bancos e bolsas

Leia também: Moedas digitais de bancos centrais podem ser grande fracasso

Leia também: Baleia do Ethereum aponta criptomoeda DeFi que pode saltar 4.800%

BTC LAST NEWS: Crupto Facil