Miami distribuirá “rendimentos de bitcoin” para moradores da cidade

Avatar



Miami continua avançando para se tornar uma das cidades mais ligadas ao criptomercado em todo o mundo. Além do prefeito querer receber seus salário 100% em Bitcoin, a administração da cidade também anunciou que pretende pagar dividendos do lucro com Bitcoins aos cidadãos de Miami. 

Em uma entrevista para o CoinDesk TV, o prefeito de Miami, Francis Suarez, anunciou que a cidade quer se tornar a primeira a realizar um programa para pagar dividendos do lucro com bitcoins para os cidadãos.

“Nós vamos ser a primeira cidade a distribuir rendimentos de Bitcoin como um dividendo diretamente para os moradores.”, disse a o prefeito.

Rendimentos?

O rendimento em questão é relacionado ao staking da criptomoeda criada pela própria cidade, a MiamiCoin. A moeda foi criada pela prefeitura como uma forma de avançar Miami tecnologicamente e deixar a cidade muito mais próxima do criptomercado, além de ser uma grande sinalização da posição positiva entre a cidade e o setor.

Desde o seu lançamento a MiamiCoin tem sido um sucesso considerável, ganhando mais de US$ 21 milhões nos últimos três meses. Durante a entrevista Suarez disse que se essa receita fosse anualizada, representaria cerca de 1/5 da receita fiscal total de Miami, cerca de US$ 400 milhões.

A ideia da prefeitura é uma ótima notícia para um criptomercado como um todo, distribuir os dividendos dos lucros pode incentivar várias pessoas a aceitarem o “presente” e por fim se envolverem diretamente com as criptomoedas, alavancando a adoção na região.

“Eu vejo em um futuro próximo onde o sistema de Satoshi será o que é usado para fazer pagamentos. Nós precisamos que as pessoas entendam isso… sim, nós queremos que você tenha Bitcoin, mas nós também queremos aumentar a utilidade do Bitcoin.”, afirmou o prefeito de Miami.

Bitcoin

A cidade vai fazer esses pagamentos através de uma carteira digital que trabalhará com a variedade de corretoras de criptomoedas para permitir que os moradores possam se registrar e verificar suas identidades com facilidade.

Com isso, os EUA continuam se movimentando para se tornar uma capital mundial do criptomercado. Além de ter se tornado o principal país na mineração de criptomoedas, após as proibições na China, cidades importantes agora querem ganhar cada vez mais espaço dentro do criptomercado.

Além de Miami, a cidade de Nova York, a mais famosa do mundo, elegeu um prefeito bem favorável ao Bitcoin, chegando até mesmo a querer que a criptomoeda se torne uma das matérias ensinadas nas escolas.

Fonte: Livecoins

Marketcrypto.com.br: Livecoins

EnglishGermanPortugueseRussian