Mercado prevê queda maior no PIB brasileiro em 2020

Mercado prevê queda maior no PIB brasileiro em 2020

O primeiro relatório FOCUS do mês de setembro acaba de ser publicado pelo Banco Central (Bacen).

No documento, veiculado semanalmente, está compilada a expectativa de diversos economistas sobre o futuro da economia brasileira.

Dessa maneira, o mercado acredita que o PIB de 2020 vai cair ainda mais do que o previsto nos relatórios anteriores.

Agora, a queda antevista pelos especialistas é de 5,31% – ante uma previsão de 5,28% na semana anterior.

Previsão para o PIB de 2020 piora no início de setembro

Conforme mostra a imagem, divulgada pelo Bacen, a previsão do PIB para 2020 piorou em relação aos relatórios anteriores.

FOCUS de 08 de setembro
FOCUS de 08 de setembro

Vale destacar que os economistas estavam melhorando o prognóstico para o PIB de 2020 há nove semanas seguidas.

Assim, é possível que a queda de 9,7% no PIB do segundo trimestre tenha contribuído para a piora das expectativas. O desempenho fraco no segundo trimestre era esperado pelos economistas.

Entretanto, o resultado da retração de 9,7% foi pior do que a previsto pelo mercado, que era de 9,4%.

No mais, o mercado manteve a sua expectativa de aumento do PIB em 3,50% para 2021.

Isso significa que, provavelmente, a recuperação da economia brasileira em 2021 não será capaz de superar as perdas ocorridas neste ano.

Entretanto, com a possível aprovação das reformas administrativa e tributária, o mercado pode reagir positivamente.

Consequentemente, é possível uma melhora da economia nacional após os prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Dólar vai fechar 2020 em R$ 5,25, segundo o mercado

No gráfico, está demonstrada a cotação do dólar na comparação com o real durante os últimos cinco dias.

Dólar x Real nos últimos cinco dias
Dólar x Real nos últimos cinco dias

Atualmente, a moeda estadunidense está cotada em R$ 5,29, conforme dados disponíveis no TradingView.

Dessa maneira, a cotação atual coloca o dólar muito próximo à previsão dos especialistas para 2020, que é de R$ 5,25.

Contudo, a cotação do dólar ainda pode ser influenciada por vários eventos político-econômicos até o final do ano. O problema maior é que os economistas acreditam que o dólar vai se manter na casa dos R$ 5,00 em 2021.

Logo, apenas em 2022 o dólar vai baixar para os R$ 4,90, caso a previsão dos economistas seja acertada.

Finalmente, é necessário ressaltar que parte do mercado não confia nas previsões do FOCUS. Ainda assim, o documento é uma referência importante em um país de economia instável como o Brasil.

Leia também: Busca por fundos de criptomoedas tem grande alta no Brasil em 2020

Leia também: Queda do Bitcoin é vista como oportunidade de compra, apontam dados

Leia também: Bitcoin chegará aos R$ 854 mil em 2024, afirma famoso analista

BTC LAST NEWS: Crupto Facil