Malware do Discord rouba cripto e NFTs de vítimas

Avatar



Um novo malware, software que pode causar danos ou roubar dados de um computador, está sendo distribuído no Discord, com o objetivo de roubar criptomoedas e ativos NFT de suas vítimas.

Nomeado de Babadeda, estima-se que o malware tenha começado a ser distribuído por criminosos hackers no Discord em maior deste ano. Com mais de 150 milhões de usuários ativos por mês, o aplicativo de voz tem sido uma das plataformas mais utilizadas pela comunidade cripto global.

Como o malware atua

O malware Babadeda tem sido distribuído em diversos canais e grupos do Discord com foco em temas do mercado cripto, especialmente novas criptomoedas ou projetos NFT. Em alguns casos, os hackers enviam mensagens privadas para membros destes grupos.

O malware consegue encobrir cavalos de Troia em convites para baixar supostos jogos ou aplicativos, chegando em alguns casos a ser de games jogue-e-ganhe já conhecidos do mercado, como o Mines of Dalarna.

Ao clicar na URL divulgada pelos criminosos, as vítimas acabam acessando um site falso, que aparente ser desses jogos. Ao baixar o game ou app, ou então clicar para jogar online, os usuários acabam baixando um suposto arquivo comum do jogo.

No entanto, esse arquivo da erro na hora de executar o programa, ocultando das vítimas que o processo continua em execução em segundo plano. Com isso, o malware consegue ter o controle da máquina, acessando senhas de contas e carteiras cripto onde estão armazenadas criptomoedas e NFTs.

Discord e o mundo cripto

O Discord tem sido cada vez mais utilizado por criminosos como plataforma para atrair vítimas em roubos de ativos cripto, especialmente tokens não fungíveis (NFT) que envolvem não só malwares.

Em outubro, um hacker conseguiu roubar diversos NFTs ao conseguir acessar a conta do Discord dos responsáveis pelo projeto. No entanto, ele devolveu os ativos, que estavam avaliados em cerca de 88 ETH – mais de R$ 2,2 milhões pelo valor atual.

Outra vítima do aplicativo foi um colecionador chamado Calvin Becerra, que foi enganado e teve uma obra Bored Ape, avaliada em mais de US$ 1 milhão, roubada.

Além disso, rumores cogitavam uma possível integração do Discord com a rede Ethereum (ETH), algo que não agradou boa parte da comunidade da plataforma. Devido a isso, o CEO da empresa veio a público negar que a integração aconteceria.

O artigo Malware do Discord rouba cripto e NFTs de vítimas foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian