Irã autoriza usinas de energia a minerar Bitcoin

Irã autoriza usinas de energia a minerar Bitcoin

O governo do Irã concedeu licença para três usinas de energia minerarem Bitcoin no país. A notícia foi divulgada pelo Tehran Times na segunda-feira (21).

A autorização foi concedida para a Thermal Power Plant Holding Company (TPPH). A companhia é uma das maiores produtoras de energia do Irã.

O crescimento da atividade tem aumentado desde julho de 2019. Na ocasião, o governo do Irã legalizou a mineração de Bitcoin em todo o país.

Empresa buscará mineração sustentável

Segundo a notícia, as três plantas liberadas fazem parte da TPPH. A empresa afirma que as plantas já estão prontas, faltando apenas a execução da licitação.

“O equipamento necessário foi instalado em três usinas de energia de Ramin, Neka e Shahid Montazeri. Os documentos do leilão serão enviados no site SetadIran.ir em um futuro próximo”, disse o chefe da TPPH, Mohsen Tarztalab.

Segundo Tarztalab, as três usinas só usarão suas turbinas de expansão para fins de mineração de Bitcoin. Essas turbinas não estão conectadas à rede nacional – que distribui energia para o resto do país.

Além disso, o processo de mineração parece ser mais sustentável. As plantas usarão gás natural para produzir a energia necessária para mineração.

Lucros de mineração aumentam no Irã

Para Tarztalab, a venda de eletricidade para mineradores de Bitcoin apresentou uma forma nova e estável de gerar lucros no setor. E a TPPH não quer ficar de fora.

E de fato, a atividade tem sido lucrativa. Ainda em 2019, ministros iranianos disseram que a mineração de Bitcoin em escala industrial pode gerar cerca de US$ 8,5 bilhões (R$ 46 bilhões) anualmente.

O crescimento do setor ocorre em meio às sanções impostas pelos Estados Unidos contra o Irã. Além disso, o país enfrenta uma grade crise econômica que chegou a levar o governo a trocar a moeda nacional.

Atualmente, mais de mil empresas já possuem autorização para minerar Bitcoin legalmente no país.

Leia também: Minerar Bitcoin não está dando lucro, revelam dados

Leia também: Hackers invadem MPF e vendem dados por R$ 24 mil em Bitcoin

Leia também: Hashdex e Nasdaq: parceria lança primeiro fundo de Bitcoin listado em bolsa

BTC LAST NEWS: Crupto Facil