Influenciadores do Twitter são acusados de manipular o mercado financeiro

Influenciadores do Twitter são acusados de manipular o mercado financeiro

A Fintwit é a comunidade do mercado financeiro no Twitter

Assim, o grupo formado por economistas, investidores, gestores de fundos e outros profissionais é extremamente ativo nas redes sociais. 

Há muita discussão sobre o rumo do mercado de ações brasileiro e estrangeiro, além de dicas sobre ativos lucrativos.

Alguns influencers chegam a “torcer” diariamente pela disparada de determinadas ações, através de postagens e memes.

No entanto, é possível dizer que o Fintwit gera algumas polêmicas, de tempos em tempos. Isso porque, para algumas pessoas, o comportamento dos influencers pode oferecer um impacto real no preço das ações.

Capa do Valor Econômico de 11 de agosto
Capa do Valor Econômico de 11 de agosto

Valor Econômico sugere manipulação de mercado pelo Fintwit

Na principal reportagem do dia 11 de agosto, o Valor destaca a possibilidade de uma bolha no mercado de ações brasileiro.

Nessa linha, há destaque para a seguinte pauta: “Twitter contribui para inflar giro das ações”.

Dessa maneira, na reportagem sobre o Fintwit, a jornalista do Valor propõe uma correlação entre os papéis da B3 Bovespa e as menções sobre esses mesmo ativos no Twitter.

Segundo Ana Carolina, a valorização das ações da Via Varejo (VVAR3) e da Cogna (COGN3) coincide com o aumento das menções no Twitter.

Além disso, os investidores inexperientes podem ser influenciados pelas postagens, de acordo com a jornalista.

Vale lembrar que a entrada de investimentos de pessoa física na Bolsa está em alta, de acordo com dados recentes da B3 Bovespa.

No mais, grande parte da matéria é dedicada ao depoimento de um gestor de fundos que não foi identificado. Para ele:

Basta fazer uma busca, parece torcida organizada. Há um risco em operar na bolsa como se fosse cassino.

Finalmente, o único perfil do Fintwit que foi nomeado pela matéria é o do Café com Ferri.

É importante destacar que Ferri faz parte do Traders Club, que é uma plataforma de investimentos.

Pedro Albuquerque comenta a reportagem do Valor
Pedro Albuquerque comenta a reportagem do Valor

Café com Ferri e outros traders reagem à reportagem

Pedro Albuquerque, que é o CEO do Traders Club, reagiu com uma série de postagens críticas à reportagem do Valor Econômico.

Para o gestor de fundos, as mensagens publicadas no Fintwit não têm o poder de influenciar o mercado.

Outro ponto destacado por Albuquerque é o fato de que as Bolsas norte-americanas estão subindo com força, após o crash de março.

Assim, a B3 Bovespa é puxada pela alta da Nasdaq e do S&P 500, que são índices estrangeiros e estão acima da influência de investidores brasileiros.

Enquanto isso, Rafael Ferri, que administra a conta Café com Ferri, também reagiu à publicação com várias postagens. De acordo com o investidor, ele está apenas exercendo a sua liberdade de expressão.

Finalmente, é possível dizer que esse não foi o último capítulo da disputa entre os investidores “tradicionais” e aqueles mais afeitos às redes sociais.

É possível esperar mais conflitos no futuro, já que o mercado de ações está crescendo no Brasil.

Leia também: Empresa revela quais criptoativos recebem mais investimentos

Leia também: Trump proíbe TikTok e isso fortalece criptomoedas, afirma Forbes

Leia também: Economistas vêem dólar alto e leve melhora da economia em 2020

BTC LAST NEWS: Crupto Facil