Guia Sobre Retração de Fibonacci

Avatar



Introdução

Existe uma ampla gama de ferramentas e indicadores de análise técnica (TA) que traders usam para tentar prever futuras ações de preços. Isso inclui estruturas completas de análise de mercado, como o Método Wyckoffa Teoria das Ondas de Elliott ou a Teoria de Dow. Também existem outros indicadores, como Médias MóveisÍndice de Força Relativa (RSI)RSI EstocásticoBandas de BollingerNuvens de IchimokuSAR Parabólico e MACD.

A ferramenta de Retração de Fibonacci é um indicador popular usado por milhares de traders nos mercados de ações, forex e criptomoedas. É fascinante, pois se baseia na sequência de Fibonacci descoberta há mais de 700 anos.

Este artigo irá abordar a definição da ferramenta de Retração de Fibonacci e como você pode usá-la para encontrar níveis importantes em um gráfico.

O que é a Retração de Fibonacci?

A retração de Fibonacci (ou retração de Fib) é uma ferramenta usada por analistas técnicos e traders na tentativa de prever áreas de interesse em um gráfico. Eles fazem isso usando as proporções de Fibonacci como porcentagens. A ferramenta de retração de Fibonacci é derivada de uma série de números identificados pelo matemático Leonardo Fibonacci no século XIII. Essa série de números é conhecida como sequência de Fibonacci. Certas relações matemáticas entre os números desta sequência, criam proporções que são plotadas em um gráfico. Essas proporções são:

  • 0%
  • 23,6%
  • 38,2%
  • 61,8%
  • 78,6%
  • 100%

Embora o valor de 50% não seja, tecnicamente, uma proporção de Fibonacci, alguns traders também o consideram ao usar a ferramenta, já que ele representa o ponto intermediário do intervalo do preço. Também podem ser utilizadas proporções de Fibonacci fora da faixa de 0 a 100%, como 161,8%, 261,8% ou 423,6%.

Discutiremos como os traders podem usar essas porcentagens, mas o ponto principal é que os níveis descritos por elas podem se correlacionar com níveis importantes no mercado. Quando plotados em um gráfico de preços, os níveis de Fibonacci podem ser usados para identificar áreas de interesse, como suporteresistência, áreas de retração, pontos de entrada, pontos de saída e níveis de stop-loss.

Como calcular a Retração de Fibonacci

Como essas porcentagens são as mesmas em todas as ferramentas de retração de Fibonacci, você não precisa calcular nada manualmente. No entanto, a maneira de obtê-las é através dos números de Fibonacci.

Vamos criar uma sequência de números que começa com zero e um. Continue adicionando a soma dos dois últimos números para obter o próximo. Se continuarmos indefinidamente, teremos uma sequência numérica chamada de sequência de Fibonacci.

0, 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, 89, 144, 233, 377, 610, 987... e assim por diante. 

É claro que esses números não são diretamente plotados para uma tabela de preços. Mas os níveis usados na ferramenta de retração de Fibonacci são todos derivados desses números, de alguma forma.

Desconsiderando os primeiros números, se você dividir um número pelo número seguinte, sempre obterá uma proporção próxima de 0,618. Por exemplo, dividindo 21 por 34, temos 0,6176. Se você dividir um número pelo que se encontra duas casas à direita dele, obterá uma proporção próxima de 0,382. Por exemplo, dividindo 21 por 55, temos 0,3818. Todas as razões (exceto 50%) na ferramenta de retração de Fibonacci são baseadas em alguns cálculos que envolvem esse método.

A sequência de Fibonacci e a Proporção Áurea

Como mencionado, a sequência de Fibonacci foi identificada pelo matemático Leonardo Fibonacci no século XIII. A Proporção Áurea (0,618% ou 1,618%) é uma proporção matemática derivada desses números. Mas por que esse número é tão importante?

A Proporção Áurea descreve as proporções de uma lista incrivelmente longa de fenômenos no universo e pode ser encontrada por toda parte na natureza. Pense em átomos, estrelas, formações de galáxias, conchas e até abelhas – tudo, da menor à maior escala, pode apresentar exemplos dessa proporção.

Além disso, ela tem sido usado por artistas, engenheiros e designers há séculos para criar composições esteticamente agradáveis. Das pirâmides à Mona Lisa e até o logotipo do Twitter, muitas obras famosas de arte e design usam a Proporção Áurea de alguma maneira. Acontece que essa proporção também pode ser útil nos mercados financeiros.

Como usar a Retração de Fibonacci

Agora que sabemos o que é a ferramenta de retração de Fibonacci e como ela funciona, vamos considerar seu uso como ferramenta para os mercados financeiros.

Normalmente, o indicador é desenhado entre dois pontos importantes de preço, como um máximo e um mínimo, por exemplo. Esse intervalo é usado como base para análises posteriores. Geralmente, a ferramenta é usada para mapear níveis dentro do intervalo, mas também pode fornecer informações sobre importantes níveis de preços fora do intervalo considerado.

Esse intervalo costuma ser desenhado de acordo com a tendência subjacente. Portanto, em uma tendência de alta, o ponto mínimo seria 1 (ou 100%), enquanto o ponto máximo seria 0 (0%). Ao traçar as linhas de retração de Fib sobre uma tendência de alta, os traders podem ter uma ideia dos possíveis níveis de suporte que podem ser testados caso o mercado comece a recuar– daí o termo retração.
Por outro lado, durante uma tendência de baixa, o ponto mínimo seria 0 (0%) e o ponto máximo seria 1 (100%). Observe que, como o preço está com uma tendência de baixa. Neste exemplo, o movimento de retração refere-se à retração da parte inferior – portanto apresenta um efeito de salto. Nesse caso, a ferramenta de retração de Fibonacci pode fornecer informações sobre os possíveis níveis de resistência se o mercado começar a subir.

O que os níveis de Fibonacci demonstram aos traders

Traders podem usar os níveis de Fibonacci para determinar possíveis áreas de entrada, target price (preço alvo) ou pontos de stop-loss. Isso pode variar significativamente de acordo com a configuração, estratégia e estilo de trading de cada um.

Algumas estratégias buscam lucrar no intervalo entre dois níveis específicos de Fibonacci. Por exemplo, considere uma tendência de alta seguida de uma retração. Comprar no nível de retração de 38,2% e vender no nível de 23,6% pode ser uma estratégia interessante. Obviamente, isso depende também da estratégia individual e de muitos outros fatores técnicos.

Os níveis de Fibonacci também são usados em conjunto com a Teoria das Ondas de Elliott para encontrar correlações entre estruturas de ondas e potenciais áreas de interesse. Pode ser uma estratégia eficiente para prever a extensão das retrações em diferentes ondas de uma estrutura de mercado específica.
Como em outras técnicas, a ferramenta de retração de Fibonacci é mais poderosa quando combinada com outros indicadores de análise técnica. O que pode, aparentemente, não ser um sinal de compra ou venda por si só, pode acabar sendo confirmado por outros indicadores. Sendo assim, se o preço atingir um determinado nível de Fibonacci, ele pode ou não sofrer uma reversão. Portanto, é essencial gerenciar riscos e ao mesmo tempo, levar em consideração o ambiente de mercado e outros fatores.

Considerações finais

Os números de Fibonacci são encontrados por toda parte na natureza e muitos traders acreditam que eles são muito importantes na análise dos gráficos de mercados financeiros.

No entanto, como acontece com qualquer indicador técnico, a relação entre a ação do preço, os padrões de gráficos e os indicadores não se baseia em nenhum princípio científico ou lei física. Sendo assim, a utilidade da ferramenta de retração de Fibonacci pode estar relacionada ao número de usuários do mercado que estão atentos a ela. Portanto, mesmo que os níveis de retração de Fibonacci não se correlacionem necessariamente com algo tangível, eles podem funcionar como uma ferramenta muito útil na tentativa de prever áreas de interesse.
EnglishGermanPortugueseRussian