Grayscale pode abrir novos fundos de criptomoedas e causa valorizações

Grayscale pode abrir novos fundos de criptomoedas e causa valorizações

A Grayscale Investments realizou pedidos para a abertura de vários novos fundos de criptomoedas. A notícia é divulgada poucos dias após a gestora realizar o pedido para um fundo de Chainlink (LINK).

Conforme apurou o CriptoFácil, todos foram arquivados no registro corporativo do estado norte-americano de Delaware.

Os pedidos indicam a entrada da gestora no mercado de finanças descentralizadas (DeFi, na sigla em ingês). Fundos de Aave (AAVE), Polkadot (DOT), Cosmos (ATOM) e Cardano (ADA) estão na lista.

Lista de fundos solicitados pela Grayscale
Lista de fundos solicitados pela Grayscale. Fonte: Governo de Delaware/site oficial.

Outros possíveis fundos relevantes são de Monero (XMR) e Stellar (XLM). A lista também inclui fundos que já existem, como o Litecoin Trust e o XRP Trust – este último foi liquidado recentemente.

A gestora afirmou que os registros são referentes às marcas, uma preparação para lançamentos futuros. No entanto, ainda não há um prazo para esses fundos virem a mercado. Ou mesmo se eles virão.

“Ocasionalmente, faremos solicitações de reserva, embora isso não signifique que colocaremos um produto no mercado”, esclareceu a gestora.

O valor dos ativos sob gestão da Grayscale disparou ao longo de 2020. A gestora atingiu US$ 24,5 bilhões (R$ 129 bilhões na cotação atual), de acordo com os últimos números divulgados.

Balanço de ativos sob gestão
Balanço de ativos sob gestão. Fonte: Grayscale/Twitter.

Desempenho do mercado anima gestores

A decisão da Grayscale em mirar tokens DeFi pode ter sido estimulada pelo desempenho dos preços. As criptomoedas em questão tiveram fortes altas ao longo do ano passado. E a valorização segue em 2021.

A Aave, por exemplo, registrou um crescimento de 483% no último trimestre de 2020. Com isso ela chegou ao top 20 em valor de mercado, atingindo a 15ª posição.

O projeto foi o precursor da fase de empréstimos descentralizados em 2020, com foco em empréstimos e financiamentos rápidos.

A ATOM registrou um crescimento ligeiramente maior: 489%. O preço da criptomoeda saiu de R$ 18 no início de 2020 para R$ 43 nesta quinta-feira (28).

O maior destaque, no entanto, ficou com a DOT. A criptomoeda registrou um crescimento de 537% desde o seu lançamento. Ela praticamente dobrou de preço em janeiro, saindo de R$ 48 para R$ 93.

Embora já sejam veteranas, XMR e ADA também se valorizaram. A XMR teve alta de 467% ao longo do ano. Por sua vez, a Ada se aproveitou do lançamento da rede Shelley e se valorizou 187% desde então.

Leia também: Caso de uso para criptomoedas: Robinhood bloqueia compra de ações

Leia também: Dogecoin dispara 150% após pump do grupo que impulsionou a GameStop

Leia também: Falha em carteiras para iPhone pode permitir roubo de criptomoedas

BTC LAST NEWS: Crupto Facil