Google demite funcionários envolvidos com esquema de Bitcoin

Google demite funcionários envolvidos com esquema de Bitcoin

O Google encerrou seu contrato com a empresa terceirizada Sykes, sediada nas Filipinas. A informação foi divulgada pelo portal local Newsbytes em 23 de agosto.

A Sykes chegou a afirmar que funcionários da empresa teriam violado suas normas de conduta. No entanto, não foram detalhadas quais normas seriam essas.

Desvios com Bitcoin

Segundo matéria do site CDN, funcionários da Sykes teriam desviado 60 milhões de pesos filipinos (R$ 6,9 milhões) de cartões-presentes do Google. Os valores teriam sido convertidos em Bitcoin posteriormente.

“Atendemos muitas das maiores marcas do mundo com os mais altos níveis de integridade e levamos as alegações de fraude muito a sério. Nos últimos meses, ficamos sabendo que um pequeno número de funcionários violou nossos padrões de conduta”, afirmou a Sykes.

Após a descoberta dos desvios, o Google encerrou o contrato de trabalho com funcionários ligados à empresa. Houve uma mudança para outro fornecedor, cujo nome não foi detalhado.

A Sykes garantiu ao público que tinha políticas e procedimentos claros para prevenir, identificar e lidar com casos de fraude. Ela afirmou que os casos seriam investigados com rigor.

“Valorizamos a confiança que nossos clientes e funcionários depositam em nós e continuaremos operando com os mais altos padrões de qualidade e profissionalismo”, disse.

Filipinas mostra abertura às criptomoedas

As Filipinas têm se mostrado bastante amigáveis ao uso de criptomoedas. Em 2019, o país tomou uma série de medidas neste sentido.

No início do ano, o país introduziu regras que facilitavam a oferta de tokens. Elas abordam questões como a aquisição de criptoativos, incluindo tokens de utilidade e segurança. O objetivo era regular o setor de criptoativos e proteger os investidores.

O uso diário de criptomoedas no país também está crescendo. A startup Abra anunciou que 6.000 pontos de venda de criptomoedas seriam instalados. A iniciativa faz parte da colaboração entre a empresa norte-americana e a filipina ECPAY.

Leia também: Huobi oferece “poupança” de Bitcoin e USDT com 80% de rendimento

Leia também: Cadeia de restaurantes converte para Bitcoin todo seu dinheiro

Leia também: Comunidade de criptomoedas discute se Twitter é prejudicial ao Bitcoin

BTC LAST NEWS: Crupto Facil