Golpistas são presos por roubar R$ 89 milhões em criptomoedas

Golpistas são presos por roubar R$ 89 milhões em criptomoedas

Dois cidadãos russos foram presos e acusados ​​de fraude em três exchanges de criptomoedas nos Estados Unidos (EUA). Os golpes afetaram os clientes e resultaram em perdas de mais de US$ 16,8 milhões (R$ 89 milhões) em criptoativos.

As prisões foram anunciadas na quarta-feira (16) pelo Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC, na sigla em inglês). O órgão é vinculado ao Departamento do Tesouro dos EUA.

Exchanges foram invadidas

De acordo com o comunicado, os acusados chamam-se Danil Potekhin e Dmitrii Karasavidi. Eles estiveram envolvidos em um esquema que durou de 2017 a 2018.

Os alvos foram clientes de três exchanges de criptomoedas: duas com base nos EUA e outra fora do país. Porém, os nomes das empresas não foram revelados.

“Os indivíduos que administraram este esquema fraudaram cidadãos e empresas norte- americanos. Eles foram enganados e tiveram suas moedas virtuais de suas contas”, disse o secretário do Tesouro Steven Mnuchin.

Segundo a acusação, Potekhin criou endereços de internet fraudulentos que imitam os exchanges legítimas.

Quando os clientes visitavam os sites falsos e inseriam suas informações de login, Potekhin conseguia obter acesso às suas contas.

Potekhin e sua equipe então supostamente usaram uma variedade de maneiras para roubar os fundos das contas.

Essas incluíam a transferência de dinheiro para contas criadas usando identidades roubadas, entre outras. Os endereços envolvidos foram alvo de sanções pelo Departamento do Tesouro.

Diversos criptoativos foram roubados pelos hackers. Entre os principais da lista estavam: Bitcoin, Ethereum, Monero, Litecoin, Zcash, Dash, Bitcoin Gold e Ethereum Classic.

Na denúncia, o Departamento do Tesouro afirmou que o Serviço Secreto dos EUA apreendeu “milhões de dólares em criptomoeda”.

EUA fecham cerco contra roubos

Essa não é a primeira vez que os EUA prendem hackers russos. Em 2018, o Departamento de Justiça indiciou sete cidadãos do país por envolvimento em ataques financiados com criptomoedas.

Recentemente, o Departamento de Justiça buscou recuperar milhões de dólares em criptomoedas roubadas por hackers norte-coreanos.

Leia também: Ações do Bradesco, Vale e Petrobrás dão prejuízo a investidores

Leia também: Preço do SUSHI desaba 99% em apenas um mês

Leia também: Chefe de pirâmide atira nas vítimas do golpe que cobraram satisfação

BTC LAST NEWS: Crupto Facil