Gate.io é supostamente invadida pela polícia após listar token DeFi

Gate.io é supostamente invadida pela polícia após listar token DeFi

O ramo de finanças descentralizadas (DeFi) tem se tornado cada vez mais popular. A possibilidade de conseguir rendimentos atraiu a atenção do mercado de criptoativos nos últimos meses.

Contudo, alguns problemas recentes começaram a aparecer. Primeiro, a polêmica com o SUSHI, após seu fundador vender todos os tokens e supostamente desaparecer.

Agora, um escritório da exchange Gate.io na China foi supostamente invadido pela polícia local nesta quinta-feira (10). A razão foi a listagem do token Kimchi, que quase perdeu todo valor em alguns dias.

Rumores apontam para operação na Gate.io

A responsável pelas operações da Bitcoin Magazine na China, conhecida no Twitter como Molly, publicou:

“Parece que a Gate.io foi invadida pela polícia local. Esse vídeo está circulando em grupos do WeChat [aplicativo de mensagens famoso na China]. Rumores apontam que eles foram alvo de buscas após listar o Kimchi.”

O token Kimchi faz parte do protocolo KIMCHI.finance. Ele foi criado há pouco mais de uma semana no ramo de DeFi, mais precisamente no dia 2 de setembro.

Inicialmente cotado a R$ 22,10, o token rapidamente perdeu quase todo o seu valor. No momento da escrita desta matéria, ele está cotado a R$ 0,58.

Além disso, uma publicação foi feita explicando o suposto motivo por trás da operação. Segundo o usuário “slowmist”, não há limite de emissão para o Kimchi.

Ao descobrir tal fato, investidores fizeram comunicados em massa à polícia, culminando na operação.

Entretanto, a operação da polícia ainda não foi confirmada. De qualquer forma, Molly compartilhou em seu Twitter diversos acontecimentos que podem indicar que a operação realmente ocorreu.

Por exemplo, a foto abaixo é de um suposto funcionário da Gate.io aguardando para ser interrogado pela polícia chinesa:

suposto funcionário da Gate.io
Suposto funcionário da Gate.io

Polícia entendeu errado?

De acordo com outra publicação no Twitter, a polícia supostamente entendeu o caso de forma errada.

“A razão é que as exchanges chinesas estão loucas com listagens de tokens DeFi. A polícia acredita que a Gate.io é suspeita de emitir moedas falsas mas, na verdade, é por causa de perdas em investimentos.”

Alguns usuários no Twitter questionaram a razoabilidade de acionar a polícia devido a perdas em investimentos.

Por outro lado, usuários defenderam a ação, afirmando:

“Este é o tipo de resposta necessária para golpes de criptomoedas!

A Gate.io não é uma exchange golpista, mas eles listaram uma altcoin que é um golpe.

O Kimchi foi uma listagem fraudulenta. Desenvolvedores podem emitir quantidades ilimitadas da criptomoeda e então vender tudo no mercado.

A Gate foi denunciada por seus usuários por listar esta fraude.”

Leia também: Criptomoeda dispara 33% logo após ser anunciada na Coinbase

Leia também: Binance promove série de eventos sobre DeFi no Brasil

Leia também: PIX pode ser a ponte da cédula para as criptomoedas, diz especialista

BTC LAST NEWS: Crupto Facil