Flash crash do Bitcoin liquida derivativos alavancados

Avatar



O Bitcoin (BTC) teve uma forte queda desde que atingiu uma nova máxima histórica na quarta-feira (10), causando uma forte liquidação de derivativos da criptomoeda.

O Bitcoin sofreu uma queda súbita, chamada de “flash crash”, de mais de US$ 5.000 em poucas horas na noite desta quarta-feira. Depois de atingir o preço recorde de US$ 69.000, a principal criptomoeda do mundo despencou 8,4%, chegando perto de US$ 63.200, de acordo com dados da Binance.

O BTC se recuperou ligeiramente na horas seguintes, sendo negociado acima de US$ 64.800, enquanto analistas repercutem o que causou a forte e rápida queda do ativo.

Gráfico do BTC no TradingView

Traders tem margens liquidadas novamente

Novamente as posições sobre-alavancadas nos mercados de derivativos foram liquidadas, causando uma cascata de novas liquidações que ocasionaram a queda no preço do BTC.

O analista Dylan LeClair identificou um aumento nas posições em aberto de futuros de Bitcoin antes que o preço despencasse.

“Houve um aumento maciço nas posições em aberto de futuros com margens do BTC esta tarde (os comerciantes estão comprando BTC com o BTC como garantia). Sem almoço grátis – esses comerciantes estão em vias de ser sacudidos.”

Fonte: Twitter

Os juros em aberto são uma medida do número total de contratos de derivativos pendentes que não foram liquidados. O analista da rede David Puell também acompanhou os eventos à medida que eles se desenrolavam, observando que o pico de OI estava na Binance, não na CME (Chicago Mercantile Exchange).

Ele acrescentou que a demanda por contratos superou a demanda à vista e eles estavam sendo negociados rapidamente, explicando:

“OI [juros em aberto] atua como combustível para o incêndio acima como preditor de um evento de liquidação. A liquidez pode ser conquistada pelo lado negativo por jogadores mais espertos.”

Puell acrescentou que a Binance segurando o OI foi ainda mais um sinal, pois há uma margem maior do que o visto na CME. Após o crash, o prêmio dos contratos foi eliminado, o que foi considerado saudável pelo analista, que acrescentou “uma boa mudança do prêmio para o desconto na consolidação pós-crash. Se consistente, muito saudável. ”

A liquidação de posições alavancadas aconteceu diversas vezes durante o mercado em alta deste ano. No início de setembro, o Bitcoin teve uma queda de US$ 10.000 devido à liquidação em massa de compradores alavancados.

Perspectiva de preço do Bitcoin

Até o momento, o BTC estava sendo negociado em queda de 3% nas últimas 24 horas, a US$ 64.800, de acordo com o CoinGecko. O ativo perdeu 6% desde seu preço recorde, mas parece ter começado a se consolidar em torno deste nível de preço atual nas últimas horas.

Por outro lado, seu suporte está em torno de US$ 64.300, mas um movimento sustentado de alta precisaria chegar a US$ 66.700 antes de se mover potencialmente para uma nova máxima histórica.

O artigo Flash crash do Bitcoin liquida derivativos alavancados foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Marketcrypto.com.br: News

EnglishGermanPortugueseRussian