Falso criador do Bitcoin ameaça testemunhas em processo envolvendo $60 bi em bitcoin

Avatar



Craig Wright, o falso Satoshi.Imagem: Reprodução / Youtube

A batalha judicial entre o autointitulado criador do bitcoin, Craig Wright, e o falecido David Kleiman ganhou um episódio bizarro esta semana quando o falso Satoshi Nakamoto ameaçou testemunhas de acusação enquanto elas estavam em depoimento.

O processo que envolve mais de US $ 60 bilhões em bitcoin está em sua terceira semana e os advogados de Kleiman se preparavam para entregar a defesa para a juíza.

Enquanto o advogado de Craig Wright estava contestando o testemunho de Matthew Edman, um especialista forense digital, Wright usou o aplicativo de mensagens Slack para ameaçar a testemunha.

Vendo a postagem, os advogados de Kleiman pediram ao juiz que advertisse Wright. “É uma tática de intimidação”, disse Velvel (Devin) Freedman.

Na semana passada, a juíza distrital dos EUA, Beth Bloom, decidiu que os comentários feitos por Wright poderiam ser mostrados ao júri. Isso apesar de os comentários serem postados em um canal privado.

A juíza também disse que não iria admitir mensagens de Wright nas quais ele comparou seu falecido colega ao personagem Milton, do filme Office Space de 1999.

Craig Wright

Craig Wright é cientista da computação e empresário, ele conheceu Dave Kleiman online, e  afirma ser criador do Bitcoin.

Agora em sua terceira semana, o julgamento vai decidir se Kleiman ajudou o falso criador do Bitcoin a criar a moeda digital.

O falso criador do Bitcoin disse que Kleiman desempenhou pouco ou nenhum papel na criação do Bitcoin. Ele afirmou em várias ocasiões que Kleiman simplesmente não tinha o conhecimento técnico para dar uma contribuição significativa.

O irmão de Kleiman, e os advogados que representam o espólio afirmam que ele e Wright trabalharam juntos para “criar” o Bitcoin e minerar mais de 1,1 milhão de moedas, valendo mais de 60 bilhões de dólares hoje.

Eles também acusam Wright de roubar a participação de Kleiman em direitos de propriedade intelectual e lucros por meio de uma série de manobras ilegais e de falsificação de documentos após a morte de Kleiman em 2013.

No tribunal, Wright disse que escreveu o whitepaper do Bitcoin sozinho e apenas pediu à Kleiman para ajudar a torna-lo mais curto.

“Se fosse um artigo de 60 páginas cheio de idiotas acadêmicos, ninguém o leria.”

Wright, que é conhecido por contar mentiras, foi inflexível e continuou afirmando que é o verdadeiro criador do Bitcoin. Quando entrou em contradição, ele tentou explicar que havia sido hackeado ou que tinha sido mal compreendido.

Ele nunca conseguiu provar ser Satoshi Nakamoto.

Fonte: Livecoins

Marketcrypto.com.br: Livecoins

EnglishGermanPortugueseRussian