Ethereum 2.0 está próximo de seu lançamento

Ethereum 2.0 está próximo de seu lançamento

O Ethereum 2.0 está quase pronto para ser lançado. Foi o que afirmou a Quantstamp, empresa que realiza auditorias em contratos inteligentes.

No entanto, a companhia não deu mais detalhes sobre a data do lançamento.

Ethereum 2.0

A declaração da Quantstamp foi feita após a conclusão de uma auditoria na Teku, um cliente dessa nova versão do Ethereum desenvolvida pela ConsenSys.

“Ethereum 2.0 está a caminho de entrar na fase 0 em um futuro muito próximo”, disse o CEO da Quantstamp, Richard Ma.

O CEO acrescentou que a auditoria da Teku levou “incontáveis ​​horas”. Nesse período, as quais equipes de trabalho coordenaram, testaram e trabalharam com firmas de auditoria para “garantir que a base Ethereum 2.0 esteja pronta para entrega”.

No que diz respeito ao Teku, Richard Ma disse que o código é “da mais alta qualidade”. Segundo ele, os problemas que a Quantstamp foi capaz de detectar foram rapidamente resolvidos pela equipe de desenvolvimento da Teku.

Esses problemas resolvidos incluem um bug que poderia causar falhas na sincronização do cliente. Além disso, uma fila de mensagens de entrada ilimitada abriria a possibilidade de ataques DDoS em nós individuais.

O Teku, no entanto, não será o único cliente do Ethereum 2.0. Isso porque os protocolos Nimbus, Lodestar, Lighthouse e Prysm também estão em desenvolvimento.

A Prysmatic Labs, desenvolvedora do último dos clientes mencionados, garantiu que estão trabalhando para lançar o Prysm em novembro de 2020.

YFI e SushiSwap

A Quantstamp define sua missão como “proteger a Internet descentralizada”.

Em seu site, a empresa afirma ter especialistas em segurança que realizam processos de auditoria rigorosos em “implementações de blockchain a fim de prepará-los para o lançamento e futuras iterações”.

Entre os projetos auditados pela Quantstamp está o SushiSwap, um protocolo de finança descentralizada (DeFi)

A Quantstamp auditou o SushiSwap dias antes de o protocolo deixar o UniSwap e momentaneamente tirar grande parte de sua liquidez. Isso ocorreu após seu fundador anônimo vender todos os seus tokens de Sushi. Dessa forma, causando um derretimento de seu preço.

Assim, a auditoria do Sushi foi limitada a questões técnicas. Ao contrário do Teku, a equipe da Quantstamp não fez mais comentários sobre o projeto ou questões relacionadas.

A Quantstamp também foi contratada em julho deste ano para fazer uma auditoria informal do Yearn Finance.

Esse protocolo DeFi ficou famoso quando seu token YFI subiu para US $ 41.000, embora o criador do protocolo, Andre Cronje, tenha dito que o token “não tem valor”.

Atualmente, Cronje enfrenta uma ação judicial justamente por promover um projeto experimental dentro de sua plataforma sem esclarecer que estava incompleto. Com isso, o equivalente a US$ 15 milhões foi bloqueado em um contrato inteligente devido a um suposto hack.

Vitalik Buterin, cocriador do Ethereum

Já se passaram vários anos desde que o breve lançamento do Ethereum 2.0 foi anunciado, mas até agora uma data exata ou estimativa oficial nunca foi dada.

Embora Justin Drake, pesquisador da Fundação Ethereum, tenha dito que a nova blockchain estaria disponível no início de 2021, mais recentemente ele admitiu que não sabe quando estará pronto.

Agora, os sinais são mais evidentes e vêm de várias fontes. Portanto, é possível que a contagem regressiva para o lançamento do Ethereum 2.0 esteja chegando ao fim.

Esse lançamento é um dos eventos mais esperados pela comunidade que se formou em torno desta rede. Uma das principais diferenças da versão atual é a mudança no algoritmo de consenso.

Leia também: Bitcoin é um substituto para ouro, afirma fundador do Mercado Livre

Leia também: Bitcoin não ajuda os desbancarizados, critica CEO da Mastercard

Leia também: Binance libera depósitos em reais por meio de nova parceria

BTC LAST NEWS: Crupto Facil