Especialista recomenda deixar Bitcoin rendendo em DeFi

Especialista recomenda deixar Bitcoin rendendo em DeFi

Tire seus Bitcoins das exchanges.

Este é o conselho de Lucas Outumuro, pesquisador da empresa de análise de mercado IntoTheBlock.

Para o especialista em criptomoedas não é recomendado deixar os BTC em exchanges, sem render lucros.

Ao invés disso, os investidores devem aderir à nova tendência de tokenizar Bitcoin na rede Ethereum. Com isso, poderão lucrar com os juros.

A recomendação foi feita em um relatório publicado em 7 de setembro no site oficial da Deribit por Outumuro.

Diminuição do GAS

Ele explicou que, nos últimos meses, foi observado um crescimento de tokens ancorados ao Bitcoin na rede Ethereum. Entretanto, para ele, esse crescimento pode aumentar substancialmente por conta de alguns fatores.

Segundo ele, conforme o Ethereum 2.0 se aproxima e os protocolos para finanças descentralizadas (DeFi) começam a integrar soluções de segunda camada, os custos do GAS tendem a diminuir.

Desta forma, permitindo que os usuários tokenizem quantidades menores de Bitcoin.

WBTC e renBTC

Em sua análise, o especialista destaca o aumento da presença do Bitcoin no Ethereum. Esse crescimento se dá, conforme explicou, por meio dos tokens ancorados no Bitcoin (WBTC) e renBTC.

Ele observou que, nos cálculos do IntoTheBlock, os titulares de WBTC e renBTC têm saldos médios que atingem US$ 95.000 e US$ 217.000. Ou seja, entre 10 e 200 BTC ancorados em Ethereum, respectivamente.

Mas, para Outumuro, esses valores são em grande parte impulsionados por baleias e investidores institucionais.

“A adoção por grandes investidores pode não ser uma surpresa, dadas as altas taxas de GAS que os usuários têm de pagar para tokenizar seu Bitcoin e depositá-lo em protocolos DeFi”, diz ele.

Portanto, ele aponta que as inovações em andamento no ecossistema vão funcionar como catalisadores. Já que tendem a estimular os detentores de BTC a investir em tokens ancorados em Bitcoin no Ethereum.

“Além do DeFi, espero que outros setores da Ethereum apresentem esquemas de recompensa para iniciar os ciclos de hipercrescimento, como o que estamos experimentando”, declarou.

Segundo ele, ainda não está claro quanto tempo essa implementação levará. Porém, esses setores certamente irão agilizar a incorporação do Bitcoin no Ethereum.

“Com o espaço das criptomoedas cada vez mais mudando seu foco para oportunidades de alto rendimento, suspeito que uma grande porcentagem dos criadores de Bitcoin vai aderir à tendência”, finalizou..

Leia também: 5 verdades sobre o Bitcoin que você precisa saber

Leia também: Confira os cinco criptoativos que mais se valorizaram durante a semana

Leia também: Binance anuncia fundo de R$ 500 milhões para o ramo de DeFi

BTC LAST NEWS: Crupto Facil