Empresa de maquininhas no Brasil vai dar R$ 1 milhão em cashback de criptomoedas

Avatar



Maquininha imprimindo papel de Bitcoin

Uma empresa de maquininhas que opera no Brasil resolveu ser a primeira do país a oferecer cashback em criptomoedas.

Em 2018, algumas lojas da Calvin Klein passaram a aceitar Bitcoin, com a ajuda da CloudWalk e uma corretora brasileira, movimento que foi um dos primeiros dessa empresa no mercado nacional.

Apesar de não ser conhecida como empresas como PagSeguro, Stone, Cielo, Mercado Pago e outras mais, a CloudWalk já tem uma boa base de usuários no comércio brasileiro.

Empresa de maquininhas CloudWalk vai dar cashback de criptomoedas no Brasil

Em maio de 2021, a CloudWalk, que opera as maquininhas InifinitePay no Brasil, recebeu um aporte de US$ 190 milhões, levantando o maior aporte Serie B da história do Brasil na época.

Com mais recurso de caixa, e empresa passou a mirar uma série de inovações e planeja uma expansão no mercado nacional. Para isso, um dos projetos é oferecer aos seus clientes uma nova aproximação ao mercado de criptomoedas, com a opção de ganhar cashback em criptomoedas.

Essa novidade é importante para consolidar essa maquininha como a mais amigável ao setor de criptomoedas no Brasil, visto que será a primeira do setor, saindo na frente até de concorrentes como o Mercado Pago, que já estuda esse meio de pagamento.

De acordo com o Pipeline Valor, a iniciativa da CloudWalk é totalmente inspirada no aplicativo Cash App, criado pela Square.

Essa empresa dos Estados Unidos, sob o comando de Jack Dorsey, que também é CEO do Twitter, foi uma das primeiras a criar uma divisão de criptomoedas para atender ao mercado e proporcionar mais opções de meio de pagamento com Bitcoin.

A Cloudwalk também espera criar mais opções aos seus clientes que pagam com o aplicativo InfinitePay.

Como vai funcionar o cashback em criptomoedas?

Em uma publicação em rede social, a InfinitePay explicou que o cashback em criptomoedas pela empresa de maquininha no Brasil será em BRLC, uma stablecoin criada pela empresa.

Essa stablecoin funciona na rede Poligon, e pode ser armazenada em carteiras como a MetaMask. Os clientes que entrarem no InfinitePay para realizarem pagamentos poderão já ganhar essa moeda atrelada ao Real, que em breve poderá ser trocada por Bitcoin, Ethereum, Dogecoin e USDC, dentro do mesmo aplicativo.

“O que acontece quando a web3 encontra a tradicional indústria de pagamentos no Brasil? Nossa maneira de responder a isso: agora estamos distribuindo até 1.000.000,00 em reais digitais brasileiros (BRLC, nossa moeda estável) para compradores que pagam pelo aplicativo InfinitePay.”

Em breve o aplicativo poderá ter funcionalidades até de DeFi, uma ferramenta inovadora no setor de pagamentos tradicional brasileiro.

Fonte: Livecoins

Marketcrypto.com.br: Livecoins

EnglishGermanPortugueseRussian