Eleição dos EUA: apuração em tempo real ocorrerá na Ethereum

Eleição dos EUA: apuração em tempo real ocorrerá na Ethereum

Agora, é possível acompanhar o resultado das eleições presidenciais estadunidenses através da blockchain.

Dessa maneira, os resultados serão registrados na blockchain do Ethereum e do EOS e publicados pela Associated Press (AP).

Vale ressaltar que a Associated Press apura os resultados das eleições dos Estados Unidos desde 1848.

Blockchain na apuração das eleições dos EUA

Quem estiver interessado em acompanhar a apuração das eleições presidenciais pode acessar a Everipedia:

Associated Press
Associated Press (AP)

A AP vai utilizar dados registrados nas blockchains do Ethereum e do EOS para acompanhar as eleições.

No mais, a Everipedia é definida como uma “Wikipedia” baseada em blockchain pela Forbes:

“Everipedia é um concorrente da Wikipedia baseado em blockchain; a plataforma usa um programa para se assegurar de que os dados que vêm de fora da blockchain são precisos. A Everipedia é construida na blockchain do Chainlink, um programa de código aberto que utiliza os US$ 4 bilhões [R$ 23 bilhões] da criptomoeda LINK para construir consenso na sua base de dados.”

Isso significa, na prática, que qualquer pessoa pode apurar a veracidade das informações publicadas pela entidade.

Além disso, é possível utilizar a API (interface de programação de aplicações) da Associated Press em programas de terceiros. Para isso, basta seguir os procedimentos explicados pela AP.

Associated Press participa das eleições há 172 anos

A Associated Press acompanha a apuração das eleições presidenciais dos EUA desde 1848:

“A AP é o padrão de ouro na contagem de votos e declaração de vencedores de eleições”, disse Dwayne Desaulniers, diretor de licenciamento de dados da empresa à Forbes.

Deste modo, a partir de agora, é possível que a utilização da blockchain se torne padrão para os eventos eleitorais:

“Publicar a apuração da AP na blockchain pela primeira vez na história é uma grande marca na nossa jornada”, falou Daniel Kochis, diretor da Chainlink, à Forbes.

Os dados estarão disponíveis a partir do momento em que as apurações começarem nos EUA.

Leia também: PayPal tem grande demanda por Bitcoin e gera fila de espera

Leia também: Derivativos de criptoativos crescem mais de 300% em 3 anos

Leia também: Brasileiros enfrentam dificuldades para investir, revela pesquisa

BTC LAST NEWS: Crupto Facil