Dólar Digital: EUA investe na criação de carteira digital

Dólar Digital: EUA investe na criação de carteira digital

O Departamento da Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, na sigla em inglês) está tentando criar uma carteira digital coletiva.

Para isso, os funcionários da Diretoria lançaram um desafio. A competição será aberta para freelancers e profissionais de tecnologia. O prêmio fornecido pelo DHS é de US$ 25 mil (R$ 125 mil).

A premiação será dada a três finalistas. Cada um deles receberá US$ 5 mil (R$ 25 mil). O vencedor do concurso receberá um prêmio adicional de US$ 10 mil (R$ 50 mil).

O período de inscrições vai até 15 de outubro. Os finalistas do primeiro estágio serão anunciados em um evento virtual do Programa de Inovação do Vale do Silício (SVIP, na sigla em inglês) em 27 de outubro.

Os juízes anunciarão o vencedor em dezembro.

Carteira com foco em blockchain e identidade

A competição envolve um desafio de carteira digital e uma competição de design de interface de usuário. Ambos combinam o trabalho do DHS com blockchain e identidade digital descentralizada (IDD).

As carteiras finalistas devem demonstrar sucesso em uma série de critérios. Esses critérios foram elencados por Anil John, diretor técnico do SVIP.

“Facilidade de uso e consistência visual, ao mesmo tempo que oferecem suporte à interoperabilidade, segurança e privacidade”, disse John.

Além do prêmio, as carteiras vencedoras podem ser incluídas no portfólio de projetos blockchain do DHS.

John mencionou como um cliente do DHS está implementando um sistema de credenciamento descentralizado para a emissão de Green Cards digitais.

DHS inova com desafio

A S&T financia empresas de blockchain por meio do SVIP por anos. Mas essa é a primeira vez que ela apresenta um desafio de criação de carteira digital.

Segundo Kathleen Kenyon, gerente do programa de prêmios de S&T, a ideia é alcançar profissionais independentes (freelancers).

“Estamos tentando alcançar aquele designer freelancer”, disse Kenyon.

Ela observou que, embora a S&T tenha muitos contatos no desenvolvimento de software, ela tem menos presença na comunidade de design gráfico.

Kenyon disse que o prêmio modesto tem um objetivo. A competição busca atrair freelancers ao invés de grandes empresas. Ele também permitirá que a C&T conduza esse tipo de competição com mais frequência.

Esse não é o primeiro desafio com recompensas envolvendo criptomoedas. A Receita Federal dos EUA (IRS, na sigla em inglês) ofereceu um prêmio para quem conseguisse invadir a blockchain da Monero.

Leia também: Estados Unidos pode causar alta no Bitcoin em breve

Leia também: TIM oferece transferência de dinheiro pelo celular

Leia também: DeFi confunde até mesmo veteranos das criptomoedas

BTC LAST NEWS: Crupto Facil