CVM lança aplicativo para evitar que investidores sofram golpes

CVM lança aplicativo para evitar que investidores sofram golpes

Com o objetivo de facilitar e agilizar o acesso à informação pela sociedade e pelo investidor, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançou o aplicativo CVM Digital.

O lançamento ocorreu em um evento da autarquia realizado na segunda-feira (5), durante a abertura da Semana Mundial do Investidor 2020.

Segundo a CVM, com a ferramenta os investidores terão acesso rápido, fácil e claro a uma importante informação: quais participantes estão autorizados pela CVM a atuarem no mercado de capitais.

Primeira versão já está disponível

Em um comunicado em sua página, a CVM informou que a primeira versão do aplicativo já está disponível para download. Assim, os usuários podem baixar o aplicativo nas lojas da Google e da Apple.

No app, o investidor vai encontrar todas as informações cadastrais dos regulados pela Autarquia.

O inspetor da Coordenação de Educação Financeira da CVM, José Carlos Margalho, destacou algumas funcionalidades do aplicativo.

Por exemplo, será possível saber se a empresa em que se está investindo possui cadastro junto à CVM.

“A mesma verificação pode ser feita em relação à corretora, ao auditor independente, dentre outros participantes. Ao procurar o nome de uma empresa, por exemplo, será possível acessar os dados cadastrais, do diretor e de mercado”, pontuo.

Além disso, a autarquia pretende implementar novos recursos que já estão em fase de análise. São eles:

  • Consulta a informes de Fundos de Investimento (atas de assembleias, regulamento, dentre outros);
  • Abertura e acompanhamento de chamados no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC);
  • Acesso ao SEI (visualização de processos públicos, notificação de andamento de processo);
  • Participação em pesquisa de satisfação sobre o APP;
  • Abertura e acompanhamento de protocolo na DINF;
  • Notificação sobre cursos e eventos realizados pela CVM.

CVM Digital

Ainda segundo a CVM, o aplicativo foi desenvolvido através de uma parceria entre as Superintendências de Tecnologia da Informação (STI) e de Proteção e Orientação aos Investidores (SOI) da CVM. 

O superintendente da SOI, José Alexandre Vasco, ressaltou que o app busca agregar várias funcionalidades. Ao mesmo tempo, disponibiliza informações que as áreas técnicas da CVM já informam no site.

“É um canal para um atendimento mais próximo e conectado. Chegamos a 3 milhões de investidores ativos na Bolsa de Valores e a expectativa é de chegar a 5,5 milhões. Esse público poderá usar esse aplicativo que, em breve, será um dos principais canais de consulta rápida e eficiente do mercado”, observou.

Para baixar o aplicativo, basta digitar “CVM” na busca da App Store e do Google Play.

Leia também: PIX: Nubank vai dar até R$ 50 mil para quem usar o PIX

Leia também: Satoshi Nakamoto vira token avaliado em R$ 200 mil no Ethereum

Leia também: John McAfee é preso por ganhar R$ 126 milhões com ICOs

BTC LAST NEWS: Crupto Facil