Crítico do Bitcoin muda de ideia e acredita no BTC a R$ 500 mil

Crítico do Bitcoin muda de ideia e acredita no BTC a R$ 500 mil

O popular crítico do Bitcoin (BTC) e defensor ferrenho do ouro, Peter Schiff, reconheceu na terça-feira (16) que a principal criptomoeda do mercado pode chegar a US$ 100 mil (mais de R$ 530 mil).

A declaração foi feita em seu perfil no Twitter após o Bitcoin renovar sua máxima histórica, superando os US$ 50 mil.

De acordo com o CEO da Euro Pacific Capital, agora que o BTC foi negociado em mais de US$ 50.000, um movimento rumo aos US$ 100.000 não pode ser descartado.

Naturalmente, ele também aproveitou a oportunidade para “alfinetar” os investidores. Isso porque ele também disse que uma queda para zero não pode ser desconsiderada:

Schiff: Bitcoin pode chegar a US$ 100 mil
Schiff: BTC pode chegar a US$ 100 mil. Fonte: Peter Schiff/Twitter

“Agora que o Bitcoin atingiu US$ 50.000, devo admitir que um movimento de até US$ 100.000 não pode ser descartado. No entanto, uma queda para zero também não pode ser descartada. Embora seja possível um movimento temporário até US$ 100.000, um movimento permanente de até zero é inevitável. Se você não quer jogar compre ouro.”

Schiff admite que estava errado

Em 2019, Schiff afirmou que o preço do Bitcoin nunca chegaria aos US$ 50 mil. E, após o BTC romper a marca histórica, muitos entusiastas do Bitcoin lembraram o executivo de sua previsão equivocada.

No entanto, ele insistiu que “não estava errado” sobre sua previsão, alegando que apenas disse que “era altamente improvável”.

Mas a comunidade recuperou o tuite antigo de Schiff:

Em 2019, Schiff disse que o BTC nunca chegaria a 50 mil.
Em 2019, Schiff disse que o BTC nunca chegaria a 50 mil. /Fonte: Peter Schiff/Twitter

“Do cara que tinha uma meta de preço de US$ 50.000 em Bitcoin para o final do ano de 2018. Minha previsão de ouro chegou muito mais perto do que sua previsão de Bitcoin. Além disso, pelo menos o ouro chegará aos 5.000. O Bitcoin nunca chegará aos 50.000”, escreveu Schiff em 21 de agosto de 2019.

Ao ser “lembrado” da previsão errada, Schiff reconheceu que “entendeu errado”. Mas desafiou o Bitcoin a se manter acima dos US$ 50 mil:

“Agora vamos ver quanto tempo ele fica acima de US$ 50 ou quantos são inteligentes o suficiente para vendê-lo aqui”, tuitou.

Por fim, Schiff afirmou ainda que o Bitcoin está em uma bolha. Afinal, segundo ele, seu preço não tem relação com seu valor presente nem com a expectativa de valor futuro.

Leia também: Chainlink, Stellar e Binance Coin podem dar grandes lucros no curto prazo

Leia também: Trader dá dicas sobre melhores momentos para vender criptomoedas

Leia também: Polkadot e Cardano podem subir mais e estão na mira de analista

BTC LAST NEWS: Crupto Facil