Crítico do Bitcoin já teve US$ 100 milhões em BTC — mas liquidou tudo

Crítico do Bitcoin já teve US$ 100 milhões em BTC — mas liquidou tudo

Peter Schiff é um dos maiores críticos do Bitcoin (BTC). Já é normal ver comentários depreciativos feitos por ele toda vez que o BTC faz uma movimentação relevante.

Contudo, parece que Schiff já teve BTC em sua carteira. De acordo com Max Keiser, ele habilitou pagamentos em criptomoeda no site de Schiff há seis anos.

Por sua vez, Schiff supostamente liquidou todo o saldo em BTC por dólares. Em reais, o valor convertido supera R$ 500 milhões na cotação atual.

Peter Schiff e Bitcoin?

Schiff, além de ser um duro crítico do Bitcoin, é um grande entusiasta do ouro. Porém, segundo Max Keiser, o empresário já se relacionou com Bitcoin.

Nesta segunda-feira (15), Keiser comentou em seu Twitter:

“Eu fiz um acordo com Peter Schiff para aceitar Bitcoin em seu site seis anos atrás (eu sou um investidor inicial do BitPay).

ELE CONVERTEU TODO BTC EM MOEDA FIDUCIÁRIA.

Ele jogou US$ 100 milhões na privada.”

Max Keiser fala sobre Peter Schiff possuir Bitcoin
Max Keiser fala sobre Peter Schiff possuir Bitcoin. Fonte: Max Keiser/Twitter

Como ávido usuário do Twitter, Schiff não tardou em responder à publicação de Keiser.

“Max está mentindo para enganar as pessoas e faze-las comprar Bitcoin. Eu nunca converti BTC em moeda fiduciária, uma vez que a Schiff Gold nunca recebeu BTC em troca de ouro.

O BTC foi convertido em dólares pelo BitPay para compensar compras.

É como o BitPay funciona e é a única razão pela qual as pessoas usam.”

Peter Schiff responde Max Keiser
Peter Schiff responde Max Keiser. Fonte: Peter Schiff/Twitter

Entretanto, usuários do Twitter começaram a apontar algumas controvérsias na resposta de Schiff.

Primeiro, o bilionário conta que nunca converteu Bitcoins. Contudo, ele afirma que uma quantia em BTC foi de fato convertida, mas pelo BitPay.

O ponto levantado pelos usuários da rede social é que, de fato, houve uma conversão. O fato dela ter sido feita por um intermediário não muda o fato de ter ocorrido.

Desta forma, Schiff acabou confirmando que recebia Bitcoins por ouro, ainda que o BTC fosse convertido em dólares e repassado à sua empresa.

O próprio Keiser debochou da controvérsia em seu Twitter, citando o que foi dito pelo entusiasta do ouro.

Quanto Schiff perdeu?

Se os Bitcoins tivessem sido recebidos por Schiff no maior preço de 2015, seis anos atrás, cada BTC valia R$ 1.844,40.

No momento da escrita desta matéria, a cotação do Bitcoin é R$ 257.037,97. Em outras palavras, ocorreu uma valorização de 13.836%.

Gráfico com a variação de preço do Bitcoin entre 2015 e 2021
Gráfico com a variação de preço do Bitcoin entre 2015 e 2021. Fonte: CoinMarketCap

Caso a empresa tivesse recebido R$ 100 mil em BTC, hoje Schiff teria R$ 13,8 milhões.

É possível que a crítica pesada de Schiff seja, na verdade, um grande arrependimento por não ter aceitado ficar com os Bitcoins em espécie?

Leia também: 3 criptomoedas valorizaram 4 vezes mais que o Bitcoin

Leia também: 3 razões para o Bitcoin atingir R$ 500 mil em 2021, segundo analistas

Leia também: Token CREAM sofre ataque hacker e preço despenca 40%

BTC LAST NEWS: Crupto Facil