Criptomoedas superam ações em mercado temendo a Covid-19

Criptomoedas superam ações em mercado temendo a Covid-19

As principais criptomoedas do mercado estão em alta, lideradas pela valorização do Bitcoin (BTC).

Enquanto isso, a B3 e as demais bolsas de valores do mundo estão em queda devido ao receio da Covid-19.

Assim, o BTC mostra capacidade de superar a tendência de baixa que afeta a maior parte dos demais ativos.

Criptomoedas triunfam

O BTC está cotado a R$ 77.132,48 no momento da escrita desta matéria, de acordo com os últimos dados do CoinGecko:

Gráfico Bitcoin
Gráfico Bitcoin

Dessa maneira, a criptomoeda valorizou 5,9% nas últimas 24 horas e 17,2% na tomada semanal.

Na sequência, o Ethereum está valendo R$ 2.300,75, com uma valorização de 5,2% em 24 horas.

Ademais, outras criptomoedas estão valorizando durante o período atual:

  • Ripple (XRP): R$ 1,42 (+2,5%);
  • Bitcoin Cash (BCH): R$ 1.502,21 (+4%);
  • Chainlink (LINK): R$ 69,22 (+5,2%);
  • Binance Coin (BNB): R$ 180,61 (+4,4%).

Entre as 25 principais criptomoedas do mercado, 24 delas estão apresentando valorização diária no momento da escrita desse artigo.

Por outro lado, os mercados de ações estão sofrendo com temores sobre a segunda onda da Covid-19.

IBOV perde 0s 100 mil pontos

O IBOV, índice que mede o desempenho das principais ações listadas na B3 Bovespa, está em queda:

Ibovespa
Ibovespa

No gráfico providenciado pelo TradingView, o IBOV mostra sinais de fraqueza: o índice desvalorizou 1,47% nesta terça-feira (27) e perdeu o patamar dos 100 mil pontos.

Atualmente, o IBOV está nos 99.536 pontos. No exterior, a situação também é negativa, já que o S&P 500 (SPX), dos Estados Unidos, está caindo 0,18%.

O Dow Jones (DJI) também está caindo a 0,64%. A Nasdaq (IXIC), por sua vez, sobe 0,52%.

Bitcoin se descola do mercado de ações

É comum que os investidores de Bitcoin comparem o preço da criptomoeda com o mercado de ações.

Normalmente, as altas e baixas do BTC seguem aquelas do mercado convencional.

Entretanto, desta vez, a situação está diferente do usual:

@APompliano
@APompliano

“Hoje, a correlação do Bitcoin com o mercado de ações é zero. Os dois não poderiam estar menos correlacionados do que nesse momento”, pontuou Anthony Pompliano.

Para uma parte dos entusiastas das criptomoedas, o descolamento do preço do BTC do mercado de ações é positivo:

“Esse é um ótimo sinal para as criptomoedas após um recorde de correlação em agosto. O BTC triunfou historicamente quando a sua confiança nos mercados mundiais e em outros ativos foi mínima, com negociações independentes e sem a interferência de eventos não relacionados às criptomoedas.”, publicou o perfil Santiment no Twitter.

Leia também: Bitcoin tem apenas uma parada até US$ 20 mil, aponta bilionário

Leia também: Moeda digital da China começa a ter carteiras falsificadas

Leia também: Importante banco testará moedas digitais ainda em 2020

BTC LAST NEWS: Crupto Facil