Criptomoedas são meio de pagamento barato, rápido e seguro, diz presidente do Bacen

Criptomoedas são meio de pagamento barato, rápido e seguro, diz presidente do Bacen

O presidente do Banco Central do Brasil (Bacen), Roberto Campos Neto, afirmou que as criptomoedas surgiram pela demanda por um meio de pagamento barato, rápido, seguro, transparente e aberto.

A declaração foi dada durante a abertura da 10ª Reunião Plenária do Fórum PIX. O evento ocorreu de forma online nesta quinta-feira, dia 20 de agosto.

Mesmas demandas criaram o PIX

Campos Neto falou sobre os aspectos e demandas que culminaram na criação do PIX.

Ele explicou que esse sistema foi pensado justamente para atender às mesmas demandas que criaram as criptomoedas. Ou seja: baixo custo, rapidez, segurança, transparência e abertura.

Ainda segundo Campos Neto, os bancos centrais não responderam a essas necessidades dos usuários:

“Os bancos centrais, com todo o seu preciosismo não entenderam e não atenderam à demanda de grande parte da população que usava meio de pagamento e foram surgindo as criptomoedas”.

Neto ainda fez uma curiosa observação. Segundo ele, caso houvesse um ambiente fechado que atendesse tais demandas, não haveria busca por criptomoedas.

O presidente do Bacen completa dizendo que essa necessidade surgiu de uma busca por um agente capaz de ligar e conectar os pagamentos com essas características.

Sobre o PIX

O presidente do Banco Central ainda destacou que o PIX faz parte de um processo da instituição chamado de “Democratização Digital de Meios de Pagamento”.

Assim, segundo ele, trata-se de um processo muito importante para a reformulação dos projetos do Bacen. Isso porque o PIX seria “a semente de várias coisas que estão sendo plantadas para juntar competição e inovação”. 

Nesse sentido, Campos Neto destacou:

“O que nós vemos daqui pra frente é a união de uma forma de pagamento instantânea, aberta e interoperável com um sistema de dados aberto”, disse. “E a gente tem um projeto de simplificação dos processos de fechamento de câmbio que vão culminar com uma moeda conversível. E, lá na frente, a gente enxerga tudo muito mais digitalizado inclusive com uma moeda digital.”

Leia também: 10.000 BTC foram a leilão por R$ 100 e ninguém se interessou

Leia também: Real Digital: Banco Central começa a estudar moeda digital do Brasil

Leia também: CVM e MPF monitoram ação de influenciadores em finanças na internet

BTC LAST NEWS: Crupto Facil