Criptomoedas DeFi em alta: analista aponta 3 razões

Criptomoedas DeFi em alta: analista aponta 3 razões

Nos últimos dias, dois tokens ligados às finanças descentralizadas (DeFi, na sigla em inglês) ganharam destaque. Tanto Aave quanto Uniswap (UNI) registrartam suas maiores altas históricas nesta semana.

A Aave registra uma valorização de 7,06% nas últimas 24 horas. Até o momento da produção deste texto, ela é cotada a R$ 1.607, atingindo sua máxima histórica.

Valorização da AAVE nas últimas 24 horas
Valorização da AAVE nas últimas 24 horas. Fonte: TradingView.

O outro destaque vai para a UNI, criptomoeda da exchange descentralizada Uniswap. Ela opera em queda de 2,65%, mas também está em suas máximas históricas desde que começou as negociações.

Valorização da UNI nas últimas 24 horas
Valorização da UNI nas últimas 24 horas. Fonte: TradingView.

Para o analista Jordan Finnseth, pelo menos três fatores podem explicar a valorização de ambos os tokens. E eles envolvem tanto o entusiasmo dos investidores quanto dados de mercado.

Valor alocado em DeFi segue crescendo

O primeiro fator é o aumento do valor total alocado (TVL, na sigla em inglês) de dinheiro no mercado DeFi.

Nos últimos dias, o TVL atingiu a impressionante marca de US$ 25 bilhões. Isso equivale a R$ 132 bilhões na cotação atual.

Valor total alocado nas DeFi
Valor total alocado nas DeFi. Fonte: DeFi Pulse

A título de comparação, em janeiro de 2020 havia pouco mais de US$ 900 milhões, cerca de R$ 3,7 bilhões na cotação da época. Foi um crescimento de quase 30 vezes.

O TVL da UNI atingiu os US$ 3,16 bilhões (R$ 16,7 na cotação atual) em 24 de janeiro. Novamente, uma máxima histórica.

Com o aumento do apetite dos investidores, a tendência é que tal valor aumente. Com isso, o mercado será ainda mais impulsionado, afirma Finnseth.

Exchanges descentralizadas igualam pares centralizados

Um segundo fator que levou ao crescimento das DeFi foram as exchanges descentralizadas (DEX, na sigla em inglês). Essas plataformas experimentaram um aumento exponencial em seus volumes.

Segundo Finnseth, o volume diário da Uniswap está consistentemente acima de US$ 400 milhões desde o início de 2021. Apenas em 11 de janeiro, foram registrados US$ 1,3 bilhão em 11 de janeiro.

Tais volumes são, assim como os preços das criptomoedas, máximas históricas. Este nível de volume coloca a Uniswap lado a lado com grandes exchanges centralizadas.

Volume mensal das exchanges descentralizadas
Volume mensal das exchanges descentralizadas. Fonte: Dune Anaytics

Atualizações e governança

As DeFi não são apenas uma máquina de fazer dinheiro. Muitos tokens – como a própria UNI – estão de olho em novos modelos de governança.

Um desses modelos é o Uniswap v3, atualização que será lançada em breve. Além de novos recursos de governança, são esperadas soluções para as altas taxas de gás e melhorias na estrutura da rede.

Isso fez com que muitos que receberam os airdrops da UNI tenham escolhido manter os tokens. Agora, eles têm a capacidade de receber benefícios extras com a adição de recursos de governança.

Leia também: Bitcoin chega a R$ 270 mil em março, diz famoso estrategista

Leia também: IRBR3: investidores se organizam para tentar manipular ação com short squeeze

Leia também: Dogecoin dispara 150% após pump do grupo que impulsionou a GameStop

BTC LAST NEWS: Crupto Facil