Comerciante paga 4 Bitcoins para ser libertado de sequestro

Comerciante paga 4 Bitcoins para ser libertado de sequestro

Um comerciante que havia sido sequestrado por cinco dias foi libertado após pagar 4 Bitcoins (BTC).

O caso ocorreu na Argentina, em região próxima à cidade de Buenos Aires.

No entanto, após o pagamento dos BTC e da libertação da vítima, uma mulher que seria parceira de um dos idealizadores do sequestro foi presa.

Ela é acusada de ser cúmplice do sequestro. Até o momento, os sequestradores não foram presos embora a polícia argentina tenha identificado e expedido um mandado de prisão contra um deles.

O caso

A vítima foi capturada na terça-feira (13) quando saía de sua casa e ia em direção à loja que possui.

Depois de levar o comerciante ao local de confinamento, os sequestradores começaram a ligar para sua família e amigos. Para isso, eles utilizaram linhas telefônicas na Colômbia e na Venezuela.

Após as ligações, foi combinado o pagamento, que seria feito em Bitcoin.

A negociação, que durou vários dias, foi feita com o irmão da vítima que era assessorado por policiais.

Inicialmente, os sequestradores solicitaram 56,5 BTC. Entretanto, após negociações foi reduzido para 4 BTC.

Agora, a polícia está procurando rastrear os Bitcoins que foram pagos pelo resgate e com isso chegar aos sequestradores.

“Estamos trabalhando com especialistas em crimes cibernéticos e evidências digitais, tanto da Argentina quanto de outros países”, destacou a polícia.

No Brasil

No Brasil houve um caso parecido recentemente. A Polícia Civil desarticulou o sequestro de uma mulher no Ceará em que o sequestrador pedia R$ 1 milhão em Bitcoin como resgate.

No caso, a polícia usou um sistema de inteligência artificial e encontrou o carro que dava apoio para a ação. Dessa forma, conseguiu chegar até os sequestradores.

Um homem chamado Calebe foi identificado pela polícia como mandante do crime e ao ser abordado pelas autoridades apontou o local do cativeiro e a identidade dos sequestradores.

Entretanto, quando a polícia chegou ao cativeiro os sequestradores já haviam fugido.

Leia também: Bitcoin tem demanda três vezes maior que a oferta, aponta gráfico

Leia também: PayPal anuncia suporte para Bitcoin e pagamentos com criptomoedas

Leia também: Bitcoin dispara enquanto Ethereum cai; Especialistas explicam os motivos

BTC LAST NEWS: Crupto Facil