Coluna do TradingView: após tropeço, altcoins abrem dia em alta

Coluna do TradingView: após tropeço, altcoins abrem dia em alta

Após tropeço de quase 20% do Bitcoin, as criptomoedas abrem em alta nesta quarta-feira (9), trazendo ar de recuperação. Confira os estudos dos analistas do TradingView.

Trader Objetivo

Vemos que o Bitcoin está lateralizado no gráfico diário, formando uma congestão em cima do suporte na região dos US$ 10 mil.

No gráfico intradia de quatro horas, temos a formação de um triângulo descendente. Caso o fundo do triângulo seja rompido, haverá mais espaço para queda.

Devido à formação do “padrão do George Lane“, é possível que haja rompimento no topo do triângulo. Porém, é possível que haja apenas uma tentativa frustrada dos compradores.

BTC/USDT
BTC/USDT

No gráfico de 12 horas, vemos uma divergência altista no MACD. Isso reforça as chances do Bitcoin romper para cima, fazendo uma recuperação e posteriormente podendo voltar à tendência de baixa.

Por fim, vemos que ainda há espaço para queda no gráfico semanal até tocar a linha de tendência baixa (LTB) na região dos US$ 9 mil.

Veja o gráfico dinâmico.

BTC/USDT
BTC/USDT

Gabriel Fauth

Nos últimos 20 dias, o Bitcoin (na cotação em reais) sofreu uma queda superior a 20%, ocasionado pela desvalorização do Bitcoin somada à queda do dólar.

Dentro dessa lente, trago dois cenários importantes.

Primeiro, falando sobre o câmbio, que segue em uma zona de controle comprador – mas sofrendo pressão de venda neste momento.

No momento, o dólar testa o suporte em R$ 5,32, mas com fortes indícios de buscar R$ 5,13, abrindo mais margem de baixa no BTC/BRL.

USD/BRL
USD/BRL

Enquanto isso, o BTC/BRL trabalha no suporte definido em Nível Fibonacci de 61%, localizado nos R$ 54 mil. É o melhor suporte do momento, garantindo a tendência de alta no curto prazo.

Considero esse um suporte fraco, pois abaixo dele temos os níveis de fibo de toda a onda de alta. É possível acreditar em uma correção grande até R$ 45 mil – no primeiro nível Fibonacci – sem perder a tendência de alta do longo prazo.

Por outro lado, o câmbio provavelmente dificultaria ao Bitcoin chegar nesse preço.

É importante ressaltar que não acredito no USD/BRL abaixo de R$ 5 este ano. Sendo assim, o preço do BTC/BRL não cairá muito pelo dólar, mas sim pelo Bitcoin.

Isso é algo que pode mudar completamente o cenário proposto aqui.

Veja o gráfico dinâmico.

BTC/BRL
BTC/BRL

CoinGape

O frenesi de finanças descentralizadas (DeFi) ficou um pouco dramático na semana passada em relação ao controverso token SushiSwap.

O ecossistema de DeFi se tornou, no passado, tópico de discussões em todas as comunidades de criptomoedas. O token de formação de mercado, SushiSwap, estava na frente da saga – parecendo um filme de terror bem orquestrado.

Algumas publicações até mesmo se referiram a ele como “a puxada de tapete do SushiSwap”, virtualmente fazendo os momentos mais dramáticos no ecossistema DeFi de 2020.

Após o lançamento do token, feito no final de agosto por um desenvolvedor anônimo conhecido como “Chef Nomi”, os preços começaram a disparar como se estivessem tomando esteroides.

Alguns analistas e entusiastas do ramo de criptoativos rapidamente batizaram de “protocolo vampiro”. Esse nome foi dado porque o token SushiSwap foi feito sob medida para filtrar a liquidez da plataforma concorrente, Uniswap.

O token atraiu mais de R$ 5 bilhões em colaterais usando um método chamado de “mineração zumbi”. Por outro lado, o valor do token Sushi/USD subiu mais de 500 vezes, chegando a altas de R$ 1,5 bilhão em apenas alguns dias.

Uma reviravolta interessante ocorreu quando a comunidade percebeu que o “Chef Nomi” liquidou o SUSHI em todas as altas, levando 37.400 ETH (mais de R$ 60 milhões).

O atual CEO da exchange FTX, Sam Bankman-Fried, foi chamado para assumir o controle.

Veja o gráfico dinâmico.

SUSHI/USD
SUSHI/USD

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: Trader Objetivo, Gabriel Fauth, CoinGape.

Leia também: Setembro é o pior mês para o Bitcoin, aponta relatório

Leia também: A campanha de reeleição de Trump pode afetar o preço do Bitcoin

Leia também: Coluna do TradingView: Mercado Lateralizado

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil

BTC LAST NEWS: Crupto Facil