Coinbase fica fora do ar durante alta do Bitcoin e gera reclamações

Coinbase fica fora do ar durante alta do Bitcoin e gera reclamações

A plataforma da Coinbase ficou off-line durante a noite da última terça-feira (27).

Isso aconteceu durante um dos momentos de maior volume de negociações de Bitcoin (BTC) dos últimos tempos.

Contudo, a exchange não ofereceu uma justificativa para os problemas técnicos enfrentados pelos usuários.

Coinbase cai durante período de alta atividade do Bitcoin

A cotação do BTC está em US$ 13.350 (R$ 76.790), o que corresponde a um valor visto pela última vez apenas no início de 2018.

Entretanto, a Coinbase – uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo – apresentou problemas durante esse momento crucial de negociações.

A empresa chegou a paralisar as operações por alguns momentos, conforme consta do seu site:

  • 27 de outubro, 20:13 – Investigando – Estamos investigando o problema.
  • 27 de outubro, 20:44 – Identificado – Todos os livros de negociação estão em modo de cancelamento agora.
  • 28 de outubro, 02:31 – Monitoramento – Uma correção foi implementada e estamos analisando os resultados.

Criptoesfera se revolta com as falhas da exchange

Aparentemente, a falha operacional da Coinbase foi resolvida em algumas horas. No entanto, isso não foi capaz de aplacar os ânimos dos investidores de criptomoedas:

@scottmelker
@scottmelker

“Então, a Coinbase ‘ferrou tudo’ de novo.

Quantas vezes uma exchange pode cair nos momentos mais importantes?

A resposta é ‘todas as vezes’, se você é a BitMEX, mas esse não é ponto!”, ironizou Scott Melker.

“Vocês estão realmente surpresos que a Coinbase caiu?”, pergundou Wendy

“Quando o Bitcoin sobe, a Coinbase cai”, respondeu Kristin Thompson

@TheBitcoinGent1
@TheBitcoinGent1

“Há três certezas na vida: a morte, os impostos e a Coinbase caindo nos momentos mais importantes de movimento no preço do BTC.”

Instabilidade é comum em altas

Várias corretoras de criptomoedas apresentam problemas durante momentos de alto volume de negociações.

Entretanto, para alguns investidores, essas instabilidades podem estar sendo causadas de forma proposital, conforme noticiado pelo CriptoFácil:

“Manipulação do mercado do Bitcoin: em todos os topos, algumas das maiores exchanges de criptomoedas ficam temporariamente off-line. Isso assegura que os investidores não consigam abrir ou fechar operações e os deixa expostos à correção que se segue”, escreveu CryptoWhale em 22 de outubro no Twitter.

Assim, quando as operações são paralisadas, os investidores ficam expostos em suas posições abertas. Vários deles sofrem prejuízos ao não conseguir fechar as suas ordens de negócios.

Ademais, também é possível que as falhas ocorram por conta da incapacidade das exchanges de lidar com a grande quantidade de negociações.

Leia também: Risco e volatilidade do Bitcoin estão diminuindo, aponta especialista

Leia também: Parcela relevante investe em criptomoedas, revela pesquisa da CVM

Leia também: Veja 5 indicadores do mercado de criptomoedas que merecem atenção

BTC LAST NEWS: Crupto Facil