China diz que precisa vencer o dólar com yuan digital

China diz que precisa vencer o dólar com yuan digital

Enquanto a guerra tecnológica entre China e Estados Unidos continua, o país asiático está correndo para implementar o seu yuan digital.

O objetivo é vencer uma corrida que também envolve o setor de finanças. E, ao que parece, a China está prestes a vencer.

Isso porque, segundo o Banco Popular da China (PBOC, na sigla em inglês), a nação deve ser a primeira a emitir uma moeda digital.

Redução da dependência do dólar

De acordo com o PBOC, a emissão faz parte de seu esforço para internacionalizar o yuan. Assim, reduzindo a dependência global do sistema econômico baseado no dólar.

“A emissão e circulação de moeda digital trarão grandes mudanças para as finanças internacionais existentes. A China tem muitas vantagens e oportunidades na emissão de moedas digitais fiduciárias. Por isso deve acelerar o ritmo para ser a primeira”, afirmou a entidade.

Segundo a Reuters, os esforços para emissão de moedas digitais soberanas deve se tornar um “novo campo de batalha”. Desta forma, acirrando a competição entre os países e resultando em grandes mudanças nas finanças internacionais.

Por outro lado, a China também precisa estabelecer uma nova rede de sistemas de pagamento. Com isso, será capaz de romper o monopólio do dólar, uma parte fundamental da internacionalização do yuan.

Nesse sentido, até abril deste ano, o instituto de pesquisa de moeda digital do PBOC já havia entrado com 130 pedidos de patente relacionados ao yuan digital.

Esses registros também fazem parte do projeto de formação de uma cadeia de abastecimento para apoiar o lançamento do DC/EP.

Yuan Digital

Além disso, à medida que a China estabelece novas alianças com parceiros comerciais, certamente tentará impor novos padrões tecnológicos com o yuan digital.

No entanto, o país asiático vai, primeiramente, tentar resolver todos os aspectos do seu sistema DC/EP no mercado interno. Em seguida, o yuan digital poderá alcançar o mercado internacional.

Assim, para garantir que a moeda digital funcione sem erros, o Instituto de Pesquisas PBOC e Moedas Digitais já realizou testes em várias cidades.

Ao mesmo tempo, firmou um acordo de cooperação estratégica com a JD Digital Technology, uma das principais lojas online da China.

Leia também: Altcoins vão sofrer dura correção adiante, declara analista

Leia também: Vitória da Tether: bancos dos EUA podem armazenar lastros de stablecoins

Leia também: Criptomoedas seguem mercado financeiro tradicional com recente queda

BTC LAST NEWS: Crupto Facil